Busca

Vatican News

Sudão do Sul. Missionário: somente amor e generosidade constroem a Igreja

A igreja não é construída com cimento ou tijolos, é construída com a proclamação do Evangelho, com a celebração dos Sacramentos, com obras de caridade e amor", afirma padre Christopher Sartorius, missionário no Sudão do Sul. "Somos nós que, unidos uns aos outros, não pelo cimento, mas pelo amor, construímos a Igreja de Jesus Cristo, da qual este edifício é uma metáfora e um lugar de encontro e louvor", frisa o sacerdote originário da Diocese de Toledo

Vatican News

Ouça e compartilhe

"A missão da Igreja é contínua, a conclusão de uma obra é o início da próxima". Assim escreve à Fides - agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos - padre Christopher Hartley Sartorius,  missionário no Sul do Sudão.

O sacerdote, originário da diocese espanhola de Toledo, e atualmente trabalhando na Diocese de Tombura-Yambio, no país africano, diz que após a conclusão da construção das duas escolas, a escola primária Santa Teresa e a secundária São Pedro e São Paulo na Paróquia de Naandi, na fronteira do Sul do Sudão com a República Democrática do Congo e Uganda, foi imediatamente iniciado um projeto na comunidade de Djabo para a construção de uma escola com oito classes, a igreja paroquial e uma pequena casa paroquial que possa acolher um sacerdote.

Celebrar a fé e crescer em santidade

"Há atualmente uma escola paroquial em Djabo frequentada por cerca de 350 meninos e meninas distribuídos entre as oito classes", escreve padre Christopher. "Cada classe é reunida em uma cabana de palha com toras no chão que servem como cadeiras e mesas para as crianças".

"Há também uma pequena igreja que gostaríamos de transformar numa verdadeira igreja paroquial, onde toda a comunidade possa se reunir para celebrar a fé e crescer em santidade".

Os pobres, protagonistas de sua própria história de salvação

O missionário ressalta que muitas vezes pensamos saber do que os pobres precisam. "Achamos que deveríamos ser nós a decidir do que eles precisam, mas não é bem assim. Eles são os protagonistas de sua própria história de salvação, Deus vive neles, no meio deles, são pessoas de fé, que confiam em Deus."

"Em cada uma das comunidades que visitamos, todos nos pediram o mesmo: uma igreja, bem como uma escola para ajudar as maravilhosas crianças que povoam estas selvas", observa.

Unidos pelo amor, construímos a Igreja de Jesus Cristo

"O projeto destas duas primeiras escolas em Naandi - explica o missionário - foi possível graças a doações, grandes e pequenas, mas todas cheias de amor. A igreja não é construída com cimento ou tijolos, é construída com a proclamação do Evangelho, com a celebração dos Sacramentos, com obras de caridade e amor."

"Somos nós que, unidos uns aos outros, não pelo cimento, mas pelo amor, construímos a Igreja de Jesus Cristo, da qual este edifício é uma metáfora e um lugar de encontro e louvor", conclui.

(Fides)

27 janeiro 2021, 10:26