Busca

Vatican News
Festa de Santo Amaro em Grussai Festa de Santo Amaro em Grussai 

Santo Amaro: fiéis rezam pelo fim da pandemia

Durante a Festa de Santo Amaro, realizada na última sexta-feira na Quase Paróquia no litoral de São João da Barra, (RJ) na missa presidida pelo bispo Diocesano de Campos, dom Roberto Francisco Ferreria Paz, os fiéis rezaram pelo fim da pandemia e na conclusão 100 balões brancos foram soltos pelos 100 anos de devoção e pelas vítimas fatais da Covid-19 e em homenagem aos médicos e profissionais da saúde no enfrentamento a pandemia.

Ricardo Gomes – Diocese de Campos

Na Festa de Santo Amaro, em Grussai, litoral do Município de São João da Barra (RJ), a festa deste ano em 100 anos de devoção os fiéis rezaram pelo fim da pandemia. Ao final da Santa Missa presidida pelo bispo Diocesano de Campos, dom Roberto Francisco junto com padre Marcos Paulo Pinali da Costa foi realizada soltura de 100 balões brancos em homenagem às vítimas da Covid-19 e pelo trabalho dos profissionais da saúde.

"A missa do Padroeiro na Quase Paróquia de Santo Amaro terminou com uma homenagem muito significativa. Foram soltos 100 balões representando a caminhada de 100 anos da comunidade eclesial e a lembrança dos falecidos das famílias da Quase Paróquia, os Diáconos Permanentes Iraldo e Ernani e as 205.000 vítimas da COVID. Foram distribuídas no final deste momento tão intenso sementes de girassol apontando para uma esperança  firme, na vida plena, e acrescentou o bispo dom Roberto Francisco também como a referência do emblema  oficial das semanas sociais promovidas pela Igreja especialmente a atual que clama por vida, trabalho terra e teto, acolhendo o pensamento do Papa Francisco", destaca dom Roberto Francisco.

Festa de Santo Amaro
Festa de Santo Amaro

Durante a celebração o bispo enfatizou a devoção a Santo Amaro em toda a região e a partir da Baixada Campista com a devoção trazida pelos monges beneditinos. Presença evangelizadora e os religiosos foram desbravadores da fé e da presença da igreja em toda a região que compreende os municípios de Campos dos Goytacazes e São João da Barra.

“Os festejos em homenagem a Santo Amaro, no distrito de Grussaí, é uma tradição do município, reforçando a nossa vocação para o turismo religioso. Sempre estivemos ao lado da comunidade católica daquele distrito durante as celebrações e, este ano, por conta da pandemia, estamos limitados quanto à diversificação da programação. Pedimos aos fiéis, durante as celebrações, que mantenham todos os cuidados em relação às medidas publicadas em decreto municipal.” - Edivaldo Machado. Secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer 

Santo Amaro: sinal de esperança na pandemia

“ A festa de Santo Amaro neste ano ainda marcado por um recrudescimento da Pandemia mostrou como a figura de Santo Amaro com a tradição beneditina foram um momento forte do Kairós para renovar a fé, no poder da cruz e da oração, na importância do caminhar com a atitude de abrir horizontes, de acreditar na construção de um amanha mais solidário e fraterno, tendo claro que estamos na mesma barca e só venceremos juntos somando forças no cuidado e na cooperação. Que Santo Amaro nos ilumine trazendo a paz e a saúde.” Dom Roberto Francisco Ferreria Paz – Bispo Diocesano de Campos.

Festa de Santo Amaro
Festa de Santo Amaro

A devoção a Santo Amaro é para milhares de devotos espalhados por todo o Brasil e na Diocese de Campos um sinal de esperança diante do perigo e da ameaça do Covid 19. O Santo, um dos primeiros discípulos de São Bento é evocado nos momentos de perigo. Em Grussai a festa foi marcada por momentos expressivos vivenciados na praia sanjoanense. Durante nove dias a imagem peregrina visitou residências e no dia da festa passou pelo Hospital de Campanha de Combate ao Coronavirus no município e padre Marcos Pìnali abençoou médicos e profissionais de saúde mantendo todos os protocolos sanitários.

O símbolo que usamos foi o girassol, que ao crescer se volta para este importante astro que nos ilumina, assim por intercessão de Nossa Senhora e Santo Amaro, voltemos nossos corações para Jesus Cristo, Deus que nos ilumina. Continuemos a pedir pelo fim da pandemia em toda a Terra, e com ela aprendamos que habitamos um vale de lagrimas, porem lágrimas que podem ser enxutas, mas nossa mais alta inspiração é o céu. Soltamos 100 balões brancos em homenagem ao Diácono Iraldo da Cruz, falecido recentemente, as vitimas do Coronavirus e aos profissionais da saúde e ao centenário da devoção na praia de Grussai, disse padre Marcos Pinalli

Festa de Santo Amaro
Festa de Santo Amaro

Jose Alves de Oliveira Parentim, 79 anos mora em Grussai há 46 anos e conta que a devoção a Santo Amaro se fortaleceu após um acidente de carro e hoje agradece a intercessão do santo e pede pela família. Casado com Lucia Aparecida de Matos Oliveira é orgulhoso dos 9 filhos, 13 netos e 6 bisnetos e fala da alegria de ter uma família unida na fé em Santo Amaro.

"Tenho obtido muitas graças de Santo Amaro. Já tive acidente de carro eu e outra pessoa que estava comigo e saímos sem um arranhão pela proteção de Santo Amaro e sempre pedindo a intercessão dele a Jesus e principalmente agora nesta Pandemia pela minha família, meus filhos, netos, bisnetos, vizinhos e a minha companheira Lucia. Sempre tive muita fé em Santo Amaro por tantas graças que acontece em minha vida. Às vezes estou na igreja e me aparece uma tosse, uma gripe eu peço a Santo Amaro e entrego a nosso padroeiro e estamos vencendo pela nossa fé,  conta José.

Tradição religiosa marca história da cidade

São João da Barra tem uma religiosidade muito presente. E a devoção a Santo Amaro, no distrito de Grussaí, é mais uma prova inequívoca de fé e devoção a este santo tão amado e representa um orgulho a todos moradores a celebração festiva, mesmo em tempo de Pandemia e um momento para implorar a intercessão do santo para todo município. A pandemia impôs restrições e, infelizmente, este ano não foi possível organizar uma programação mais diversificada, com o apoio do poder público municipal, para a celebração à altura das tradições. Mas todo apoio será dispensado à organização da festa.

"Todas as orientações da Vigilância Sanitária foram no sentido de evitar aglomerações. Foi estipulado um quantitativo máximo de fiéis para a participação das celebrações. A Quase Paróquia disponibilizou um telefone para agendamento, só participando quem tem o nome na lista. As missas tiveram  mais horários que o de costume no dia de Santo Amaro, em um total de três, para a participação de mais fiéis, com uso de máscara. Será utilizada a parte externa da igreja, com distanciamento de cadeiras e disponibilizado álcool gel. Foi recomendado  às pessoas do grupo de risco que não assistam à missa presencialmente, já que foi transmitida pelas redes sociais da quase paróquia. A tradicional procissão foi substituída por um passeio automobilístico", – revela Samia Bonfim, da Vigilância Sanitária

Fotos: Carlos Junior (Diocese de Campos)

19 janeiro 2021, 14:56