Busca

Vatican News
Pe. Celestino Ceretta morreu aos 79 anos, foi um dos padres sinodais no Sínodo dos Bispos para a Amazônia Pe. Celestino Ceretta morreu aos 79 anos, foi um dos padres sinodais no Sínodo dos Bispos para a Amazônia 

Manaus: Igreja perde mais um sacerdote, vítima da Covid-19

Um homem de fé: Pe. Celestino Ceretta morreu aos 79 anos. Era membro da família Palotina.

Vatican News

A Covid-19 fez mais uma vítima entre o clero de Manaus: faleceu o Padre Celestino Ceretta, da família Palotina, aos 79 anos.

O sacerdote era vigário paroquial e auxiliar da área pastoral de Ponta Negra (Manaus) e Professor de História da Igreja na Amazônia, com autoria de livros a respeito. Pe. Celestino também participou do Sínodo dos Bispos para a Amazônia, realizado no Vaticano em 2019.

O Vatican News contatou o Padre Gilberto Orsolin, que recorda seu coirmão como “um homem de fé”, que defendia com todas as forças a vida na Amazônia, especialmente a dos mais pobres.

Ouça o depoimento do Padre Gilberto sobre a morte do Pe. Celestino

“Que seu exemplo fique em nós, na família Palotina, como incentivo para alargarmos sempre mais as fronteiras da missão, irmos ao encontro das pessoas onde elas estão, para partilhar a fé e, com elas, crescermos juntos no segmento de Jesus Cristo.”

Padre Celestino participou do Sínodo para a Amazônia (segundo da esquerda para a direita)
Padre Celestino participou do Sínodo para a Amazônia (segundo da esquerda para a direita)
18 janeiro 2021, 13:08