Busca

Vatican News
Anunciação Anunciação  (BAV Chig.A.IV.74, f. 56v)

4º Domingo do Advento

Que sempre, em nossa vida, seja feita a vontade do Senhor! Sejamos seus colaboradores em tudo que Ele solicitar nossa participação! O SIM de Maria mudou o rumo da Humanidade.

Padre César Augusto, SJ

Ouça e compartilhe

Continuamos com o ambiente alegre, promovido pela liturgia como anúncio da instauração do Reino de Deus, trazido pelo Messias.

Na primeira leitura de hoje, Samuel 7, 1-5.8-12.14,16, nos é dada a certeza, pela Palavra de Deus, de que será Ele quem construirá uma habitação eterna para nós, ao mesmo tempo em que rejeita a casa desejada por Davi, para Ele. Assim, como na resposta que Jesus dá à samaritana, Deus deve ser adorado em espírito e verdade e não tanto em Jerusalém e nem em outro lugar (Jo 4, 20-24). O Senhor habita no meio do seu povo e não pode estar restrito a um lugar. Do mesmo modo como esteve presente em todos os lugares onde o rei Davi caminhou, assim também o Senhor caminha conosco, afinal Ele é o Emanuel, Deus conosco, e também sempre foi e é o Senhor quem nos liberta de todos os nossos inimigos.

Para concretizar o que foi dito anteriormente de o Senhor ser o nosso protetor, nosso libertador e habitar entre nós, o Verbo se encarna no seio de Maria e se torna um homem semelhante a nós, como afirma São Paulo no capítulo 2 , versículo 7 da carta aos Filipenses. Lemos em Jo 1,14 “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós;”

Esse anúncio da encarnação, encontramos no Evangelho de hoje, extraído de Lucas 1, 26-38. O próprio nome que receberá o filho de Maria, Jesus, já nos revela a missão do Menino: Deus Salva!

Além da certeza do amor de Deus por nós, que poderemos apreender da liturgia de hoje? Certamente a figura de Maria, com sua disponibilidade para fazer a vontade do Senhor, nos tocou e sentimos uma grande vontade de imitar nossa mãe.

Que sempre, em nossa vida, seja feita a vontade do Senhor! Sejamos seus colaboradores em tudo que Ele solicitar nossa participação! O SIM de Maria mudou o rumo da Humanidade, colaborou extremamente com a História da Salvação, do mesmo modo a humildade de José, que com sua fé e sem pedir explicações, colaborou com a maior glória de Deus!

17 dezembro 2020, 10:00