Busca

Vatican News

Evangelho de 16 de dezembro

Dom Mário Spaki comenta o Evangelho de Lucas 7,19-23.

A partir de hoje até o Natal a liturgia se concentra nos acontecimentos que dois mil anos atrás envolveram o nascimento de Jesus. João Batista, que conhecia a grandeza de Deus, ao confrontá-la com a humildade de Jesus, ficou com dúvidas se Jesus seria o Messias esperado. Jesus sente a dúvida e manda dizer a João: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam... e a boa nova é anunciada aos pobres!

Como viver esse Evangelho no dia de hoje?

Até João titubeou ao ver a humildade de Deus. Jesus se coloca entre os últimos, os que sofrem e lhes faz o bem. Assim é o nosso Deus: bondade infinita e humildade desconcertante!

16 dezembro 2020, 08:30