Busca

Vatican News

Rio de Janeiro: presépio e árvore de Natal da Igreja da Glória já iluminam do alto do Outeiro

Pela primeira vez o espaço recebe uma árvore de Natal, com 25m de altura e pesando 10 toneladas, já visível de toda a Baía de Guanabara e de boa parte da cidade de Niterói. Uma oportunidade “para se preparar, acolher e anunciar a vinda do menino Deus na vida, nos corações e na sociedade”, disse dom Orani João Tempesta, que inaugurou e abençoou os símbolos natalinos instalados ao lado da histórica Igreja da Glória do Outeiro. A árvore e o presépio ficarão expostos até 6 de janeiro, na Solenidade da Epifania do Senhor.

Carlos Moioli – Arquidiocese do Rio de Janeiro

A árvore de Natal e o presépio, dois símbolos do período natalino, “que valorizam as tradições religiosas e culturais do povo brasileiro, estão relacionados com o mistério da encarnação do Filho de Deus. Jesus Cristo, o Verbo encarnado que veio morar no meio de nós, é o Senhor da vida e a luz do mundo”, disse o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta. O cardeal inaugurou e abençoou a árvore de Natal e o presépio na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, na Glória, no último sábado (7).

Uma luz em meio à escuridão

Durante a celebração eucarística, o arcebispo destacou que é a primeira vez que uma árvore de Natal foi instalada na histórica Igreja da Glória do Outeiro, cuja construção é datada do início do século XVIII. Uma oportunidade, assim, para se preparar, acolher e anunciar, com o início do tempo do Advento, a vinda do menino Deus na vida, nos corações e na sociedade:

“Iluminada na escuridão da noite, a árvore de Natal se destacará na orla da Guanabara. Ela será vislumbrada pelas pessoas que transitam as ruas movimentadas, agitadas e apressadas desta grande metrópole e até por quem chega ou sai de avião, do Aeroporto Santos Dumont. Sua forma elevada e repleta de luzes será um farol para iluminar os corações, já que ela nos remete a meditar o mistério da noite santa do Natal do menino Jesus, o Cristo, o Filho de Deus, que trouxe para um mundo escuro e frio, a esperança e o esplendor da redenção.”

Com os símbolos do Natal, sejamos vigilantes

Na reflexão da Palavra de Deus, conforme a liturgia do dia, dom Orani explicou que os símbolos natalinos contemplados no alto do Outeiro da Glória iluminam tantas situações que existem na sociedade. Alertou que é engano deixar a conversão para a última hora, mas sim aproveitar o tempo para deixar a escuridão das trevas do pecado e caminhar na luz, com uma vida de conversão, de graça e de amizade com o Senhor:

“Nestes tempos de pandemia em que impera incertezas, confusões e perguntas sem respostas, precisamos permanecer vigilantes, de velas acessas. Mais que só admirar a beleza dos símbolos natalinos é deixar que o Cristo, o Verbo encarnado, ilumine a nossa vida. O importante é ter uma vida nova, sincera, transparente, aberta aos desígnios do Senhor. Como cristãos, somos chamados a passar pelo mundo fazendo o bem, a ser a luz de Cristo para as pessoas, um sinal de Sua presença e misericórdia na sociedade.”

Símbolos de esperança na Baía de Guanabara

Para o capelão da Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, monsenhor Sérgio Costa Couto, a presença da árvore de Natal e do presépio são importantes para a vida da comunidade e da cidade. Ele destacou que a cerimônia de bênção contou com a apresentação de uma orquestra, integrada por adolescentes e jovens de comunidades do Rio, que fazem parte do projeto ‘Ação Social pela Música do Brasil’.

“Nestes tempos difíceis em que atravessa a cidade e o país, os símbolos natalinos e a apresentação da orquestra, trabalho na qual eu admiro muito, se tornam um sinal de esperança e uma preparação para o tempo do Advento, na espera do Senhor que vem”, disse o reitor, destacando que a Igreja do Outeiro da Glória, visível de toda a Baía de Guanabara e de boa parte da vizinha cidade de Niterói, sempre foi na região um sinal da presença de Deus e de Maria Santíssima, sob o título de Nossa Senhora da Glória.

A árvore de Natal

A árvore de Natal instalada ao lado da igreja
A árvore de Natal instalada ao lado da igreja

Patrocinada pela empresa EBSE, a árvore de Natal instalada ao lado da Igreja da Glória, é formada por módulos encaixados, contendo 25 metros de altura e pesando 10 toneladas de ferragem. A árvore e o presépio ficarão expostos até o dia 6 de janeiro, quando a Igreja celebra a Solenidade da Epifania do Senhor.

As transmissões pela TV Brasil

A celebração contou ainda com a presença do vigário episcopal para a Comunicação, Pe. Arnaldo Rodrigues, responsável pelas missas dominicais no Outeiro que, desde o início de novembro, estão sendo transmitidas para todo o país pela TV Brasil. Ele destacou que será uma “oportunidade para mostrar ao país a beleza que é a Igreja da Glória do Outeiro”.

A história da Igreja da Glória do Outeiro

Considerada uma das jóias da arquitetura colonial do Brasil, com planta poligonal em estilo barroco, a Igreja da Glória do Outeiro tem paredes caiadas, emolduradas por pedras de granito. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, sua localização elevada facilita ser contemplada do Aterro do Flamengo e da Baía de Guanabara.

Nesta histórica igreja, tantas vezes contemplada em gravuras e telas, foi batizada em 1819, a primeira filha de D. Pedro I e da imperatriz Leopoldina, a princesa Maria da Glória, futura rainha de Portugal. No tempo do Império, foram batizados D. Pedro II e a princesa Isabel.

11 novembro 2020, 10:05