Busca

Vatican News
Igreja na Argentina Igreja na Argentina  (AFP or licensors)

Polícia argentina investiga morte de sacerdote na Província de Tucumán

Segundo as primeiras investigações, o sacerdote teria sido vítima de latrocínio.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Padre Oscar Juárez, de 63 anos, foi encontrado morto na quarta-feira, 15, na igreja de San Martín de Porres, em San Miguel de Tucumán, capital da Província de Tucumán, Argentina. Ele estava algemado. A polícia está investigando o assassinato.

Um comunicado enviado à Agência Fides pela Arquidiocese de Tucumán relata que "conversando com a autoridade judicial, fomos informados tratar-se muito provavelmente de um latrocínio. Acreditamos que essa dolorosa perda faça parte dos inúmeros fatos de insegurança que vivemos em Tucumán. Nossa Igreja peregrina em Tucumán sofre e padece as mesmas angústias".

"Pedimos à Justiça que encontre os responsáveis ​​por esse fato aberrante - continua a declaração -. Pedimos também às autoridades que fortaleçam a segurança e convoquem um diálogo com a sociedade para encontrar meios de construir a paz".

Padre Oscar Juárez, sacerdote do clero secular, nasceu em 6 de fevereiro de 1953 em San Miguel de Tucumán. Ingressou no Seminário Maior em 7 de março de 1972. Foi ordenado sacerdote pelo bispo Blas Victorio Conrero em 17 de março de 1979 na igreja Catedral. Enviado para estudar em Roma, formou-se em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Gregoriana em 1983. Ao retornar, foi nomeado professor no Seminário Maior Arquidiocesano "Nossa Senhora da Misericórdia e São José" e no Instituto Superior de Cultura Religiosa “Santo Toríbio de Mogrovejo".

Entre 1992 e 1993, por um breve período, foi juiz do Tribunal Eclesiástico interdiocesano de Tucumán. Foi nomeado vigário cooperador da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus em 9 de abril de 1979; administrador paroquial da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário em Burruyacú, 3 de fevereiro de 1985; pároco da Paróquia da Sagrada Família dos Alderetes em 25 de março de 1992; pároco da Paróquia de San Martín de Porres de 7 de março de 2004.

O sacerdote foi encontrado por um funcionário responsável pela limpeza dentro da igreja. Segundo relatos iniciais, o homem informou à polícia que o padre havia sido algemado e estava ferido. Investigações adicionais estão em andamento para verificar a dinâmica e as causas da morte.

(CE - Agência Fides)

17 julho 2020, 07:33