Busca

Vatican News

Evangelho de 17 de julho

Dom Mário Spaki comenta o Evangelho de Mateus 12,1-8

Os fariseus criticavam os discípulos de Jesus por arrancar espigas de trigo em dia de sábado, enquanto passavam pelo meio de uma plantação. Jesus questionou o radicalismo cego deles e disse: O Filho do Homem é senhor do sábado. Lembrou que os sacerdotes do templo, violam o sábado sem contrair culpa e afirmou: aqui está quem é maior do que o templo!

Como viver esse Evangelho no dia de hoje?

Talvez você ainda não se deu conta da grandiosidade de Deus. A eternidade do tempo e as bilhões de galáxias são apenas vestígios dele: Ele é o Senhor da história, do sábado e do tempo e superior ao espaço e ao majestoso templo!

17 julho 2020, 08:40