Busca

Vatican News
Celebração da Páscoa transmitida online em 2020 na Igreja Santa Bárbara, em Oberhausen Celebração da Páscoa transmitida online em 2020 na Igreja Santa Bárbara, em Oberhausen  (AFP or licensors)

Da Igreja na Alemanha, 591,6 milhões € em ajudas a projetos em todo o mundo em 2019

A Segunda Guerra Mundial que terminou há 75 anos, marcou o início da ajuda dos católicos alemães aos países afetados por guerras e violência. Nas principais obras eclesiásticas globais de 2019/2020, as várias entidades e dioceses católicas de assistência, portanto, concentraram-se conjuntamente na paz e na reconciliação

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A Igreja Católica na Alemanha destinou 591,6 milhões € para projetos em todo o mundo em 2019. O montante foi usado para apoiar projetos na Ásia, África, América Latina e Europa Oriental, como anunciado pela Conferência Episcopal alemã em Bonn, na última sexta-feira.

O recurso é proveniente sobretudo, além de fundos públicos, de doações, ofertas e fundos do orçamento ordinário da Igreja. As remessas enviadas por paróquias, associações, fundações e escolas católicas não estão incluídas nesta cifra, pois não há um registro centralizado de todas as doações realizadas. A soma real destinada à ajuda das instituições católicas alemãs, portanto, supera este valor anunciado pela Conferência Episcopal alemã.

O presidente da Comissão episcopal para as relações com a Igreja universal, o arcebispo de Bamberg, Ludwig Schick, salientou em seu pronunciamento que o valor demonstra o "impressionante alcance da obra da Igreja na Alemanha em favor da Igreja em todo o mundo". Deve-se levar em consideração, outrossim, que as somas recordes dos anos anteriores não foram atingidas. Todavia, as cifras demonstram – segundo Dom Schick - que os católicos alemães "não se resignam à pobreza e às necessidades no mundo". “Eles dão ajuda onde é mais necessário. A sustentabilidade, holismo e a orientação para os pobres são seus princípios", sublinha o prelado.

Focar na paz e na reconciliação

 

O final da Segunda Guerra Mundial há 75 anos, marcou o início da ajuda dos católicos alemães aos países afetados por guerras e violência ao redor do mundo. Nas principais obras eclesiásticas globais de 2019/2020, as várias entidades e dioceses católicas de assistência, portanto, concentraram-se conjuntamente na paz e na reconciliação. Este objetivo também foi seguido na parte temática do relatório anual sobre as ajudas da Igreja alemã ao redor do mundo.

Diversos artigos do relatório apresentados em Bonn lançam luz sobre o caráter pacificador da religião e sobre o perigo de os líderes religiosos se deixem instrumentalizar para fins políticos, guerras e guerras civis. Por esse motivo, a Igreja Católica alemã vem se concentrando há anos no apoio a todos os trabalhos de paz que também envolvem outras religiões.

Em vista da pandemia do coronavírus, o arcebispo Schick alerta que o bem comum global deve ser colocado no centro da ação política: "A solidariedade, a justiça e a unidade no mundo são condições indispensáveis ​​para um futuro de liberdade e segurança para toda a humanidade".

Panorama dos conteúdos do trabalho internacional

 

A Comissão episcopal para as relações com a Igreja universal inclui representantes da Conferência Episcopal alemã, das diversas dioceses alemãs, da Conferência alemã de superiores das Ordens religiosas, das organizações humanitárias da Igreja como Adveniat, Caritas Internacionalis, o trabalho missionário para crianças Die Sternsinger, Misereor, Missio Aachen e Munique, Renovabis, Bonifatiuswerk, associações e outras instituições na Alemanha ativas para a Igreja no mundo.

Além de um foco temático e uma seção estatística, o relatório anual traça um panorama das diversas atividades internacionais das organizações que fazem parte desta Comissão.

Fonte: Comunicado de imprensa da Conferência Episcopal alemã (DBK)

27 julho 2020, 13:53