Busca

Vatican News
Criança recebe a vacina da gripe em Assunção, Paraguai Criança recebe a vacina da gripe em Assunção, Paraguai  (AFP or licensors)

Paraguai: bispos e governo na emergência coronavírus

A presidência da Conferência Episcopal do Paraguai reuniu-se com membros do Governo para falar sobre a situação atual da emergência Covid-19 no país. O Paraguai com a sua “quarentena inteligente” conta com apenas 13 mortes desde o início da pandemia

Vatican News

Na manhã de terça-feira (16/06) foi realizada uma reunião em Assunção, no Seminário Metropolitano, entre a presidência da Conferência Episcopal do Paraguai - composta por Dom Adalberto Martínez, Dom Amancio Benítez, Dom Pierre Jubinville e o Padre Rodolfo Acosta - e os representantes do governo nacional. O objetivo da reunião foi a discussão sobre os progressos alcançados na prevenção da propagação do coronavírus no Paraguai e o protocolo aplicado pela Igreja para a Fase Três da "quarentena inteligente".

No Paraguai inicia uma nova fase

A terceira fase da quarentena começou na segunda-feira, 15 de junho e prevê uma abertura gradual das atividades, monitoradas e avaliadas a cada 21 dias, com a possibilidade, se necessário, de voltar atrás.

Durante a reunião, os prelados e o governo avaliaram a estratégia implementada pelo Ministério da Saúde. O objetivo continua sendo mitigar o impacto da Covid-19 em diferentes setores da sociedade. Os protocolos estabelecidos e, em particular, na Igreja - foi especificado - continuarão a ser elaborados e avaliados à medida que as fases forem passando.

Até 18 de junho, no Paraguai foram confirmados 1308 casos dos quais 711 recuperados e 13 mortes. O Paraguai continuará esperando uma redução da onde de infecções pelo novo coronavírus no Brasil para reabrir sua fronteira, apesar da forte pressão dos comerciantes. O médico responsável pela Direção de Vigilância da Saúde, Guillermo Sequera disse que “as fronteiras se reabrirão depois que passar a emergência”... 

18 junho 2020, 14:20