Busca

Vatican News
Com medidas restritivas, a reabertura dos Museus espanhois Com medidas restritivas, a reabertura dos Museus espanhois  (AFP or licensors)

Ajudas da Caritas Toledo beneficiam mais de 7 mil famílias

Mas não só: o organismo de caridade tem apoiado pessoas solitárias, vítimas de violência doméstica, desempregados, e até crianças e jovens no ensino à distância.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

São mais de 7.700 as famílias que, em dois meses de emergência sanitária provocada pelo coronavírus, receberam ajuda e apoio da Caritas de Toledo, Espanha.

Núcleos familiares, mulheres, menores, sem-teto, migrantes, desempregados e muitas outras pessoas em dificuldade foram beneficiadas "pela atenção e acompanhamento" colocados em prática pelo órgão de caridade.

A agência católica Sic informa que, "além da entrega de gêneros de primeira necessidade, a Caritas Toledo respondeu a pedidos de pagamento de aluguel e de vários suprimentos, com uma alocação de aproximadamente 90 mil euros".

E os pedidos de ajuda não deram mostras de diminuir, tanto que "do final de abril à metade de maio, foi registrado um aumento de 72%".

Felizmente, são numerosas as doações recebidas pela Caritas vindas de empresas, instituições, organizações e cidadãos.

"Por trás de cada pedido de ajuda há uma história de sofrimento - sublinha o diretor do órgão de caridade, Antonio Espíldora - um sofrimento agravado pela incerteza econômica e sanitária que estamos enfrentando agora e que aumentará nos próximos meses". Mas a Igreja está sempre na linha de frente porque "estamos aqui para acolher - reitera Espíldora - e não podemos deixar ninguém para trás".

Missa pelas vítimas da pandemia na Catedral de Sevilha
Missa pelas vítimas da pandemia na Catedral de Sevilha

Uma ajuda adicional vem também da tecnologia: graças a chamadas de vídeo e mensagens de e-mail, a Caritas Toledo conseguiu acompanhar espiritualmente todas as pessoas que ficaram sozinhas. Ao mesmo tempo, o Serviço para o sem-teto ofereceu mais de cem refeições por dia, enquanto o Serviço de Orientação a Empregos contatou 134 empresas e realizou 37 colocações.

Além disso, a Caritas disponibilizou um apartamento para alojamentos de emergência na periferia de Toledo e outro será disponibilizado nos próximos meses, no centro histórico da cidade.

Outros programas específicos foram dedicados ao apoio às mulheres vítimas de tráfico e violência doméstica, cujos pedidos de ajuda aumentaram 80% nos últimos dois meses, tanto que "9 mulheres e 11 menores entraram no projeto de proteção "Romper o silêncio”, um número bem acima da média antes da emergência do coronavírus”.

Também foi oferecido apoio a vendedores ambulantes que neste período de pandemia não puderam desenvolver sua atividade comercial, permanecendo assim privados de sua única fonte de renda.

Espaço, depois, também para a escola com o projeto "Lição de casa" para ajudar as crianças e jovens no ensino a distância, oferecendo-lhes a impressão do material de estudo necessário.

Por fim, a Caritas Toledo também dedicou atenção à coleta de roupas usadas para doar aos necessitados, depois de ter providenciado os procedimentos sanitários adequados e necessários estabelecidos pelo Estado.

Vatican News - IP

11 junho 2020, 07:12