Busca

Vatican News
Funcionário do Ministério da Saúde coletando amostra para um teste da Covid-19, em San Salvador Funcionário do Ministério da Saúde coletando amostra para um teste da Covid-19, em San Salvador  (AFP or licensors)

El Salvador: dom Escobar, nem tudo está perdido, não nos cansemos de orar

“Quero lhes dizer que nem tudo está perdido”, escreve o prelado numa mensagem intitulada “Não nos cansemos de orar e fazer o bem”, percorrendo as nefastas consequências da emergência de saúde e econômica causada pela pandemia da Covid-19.

Cidade do Vaticano

“Milhares de famílias sofrem com a doença ou a morte de um ou mais de seus membros. Praticamente, todas as pessoas do globo terrestre estão sofrendo a grave situação econômica. É um estado de emergência mundial.” Um panorama que, para o arcebispo de San Salvador, dom José Luis Escobar Alas, faz parte de um momento histórico particular, que será contado às próximas gerações, mas também está carregado de fé e esperança.

“Quero lhes dizer que nem tudo está perdido”, escreve o prelado numa mensagem intitulada “Não nos cansemos de orar e fazer o bem”, percorrendo as nefastas consequências da emergência de saúde e econômica causada pela pandemia da Covid-19. Não apenas as mortes de milhares de pessoas, mas também as condições de falta de controle ou desespero, de depressão e violência causadas pelo isolamento social, pela incapacidade de lidar com a crise da saúde, pela impossibilidade de trabalhar e por disputas políticas.

Ouça e compartilhe

“O nosso país não é exceção, enfrentamos uma situação muito difícil nos campos pessoal, familiar e social. As nossas autoridades não entram num acordo e seu ataque recíproco é muito preocupante e cada vez mais agressivo, em vez de se unirem para atender à emergência. Soma-se a esse panorama sombrio, confuso e violento, o ataque do vírus que aumenta cada vez mais o número de enfermos e vítimas mortais”, adverte dom Escobar.

A mensagem também nos lembra que “um cristão de fé nunca perde a esperança”, pelo contrário, enquanto a situação é mais difícil e perigosa, sua confiança em Deus é mais forte e sua oração mais intensa. “É na situação crítica”, enfatiza o arcebispo salvadorenho, “que a pessoa de fé realmente se encontra com Deus e fala com Ele, quando tudo muda para o bem, melhora sua vida pessoal, se transforma, muda a vida de sua família, porque Deus está presente”.

Segundo dom Escobar, os milagres nascem do “bom tratamento mútuo”, as famílias são abençoadas e a sociedade se torna mais justa e respeitosa com a pessoa humana. O prelado conclui sua mensagem com um convite a rezar incansavelmente. “Deus quer que nos encontremos realmente com Ele neste momento de provação e que as nossas vidas se transfigurem, imitando a Cristo, que se transfigurem as nossas famílias e nossa sociedade”.

 

27 maio 2020, 14:15