Busca

Vatican News

Em vídeo, cardeal Arborelius explica o valor da oração, força para não ceder ao medo

"A oração é a nossa força para não ceder ao medo". No vídeo, o purpurado convida a responder cada dia ao chamado do Senhor para "viver em diálogo e relação com Ele. Jesus é nosso amigo e quer estar unido a nós". Para demonstrar proximidade e conforto espiritual aos fiéis em quarentena, a Diocese de Estocolmo colocou à disposição em seu site vários números de telefone de sacerdotes disponíveis para colóquios e aconselhamento em vários idiomas.

Vatican News

O dom especial de oração neste período marcado pela epidemia de coronavirus, foi enfatizado pelo cardeal Anders Arborelius, bispo de Estocolmo, em uma mensagem de vídeo em espanhol, enviada à Família Religiosa do Imaculado Corazon e da Divina Misericórdia no México por ocasião da campanha "Retorne a Deus através do coração imaculado".

"A oração é a nossa força para não ceder ao medo". O purpurado convida a responder cada dia ao chamado do Senhor para "viver em diálogo e relação com Ele. Jesus é nosso amigo e quer estar unido a nós".

Citando as palavras de Santa Teresa de Ávila, o bispo de Estocolmo recorda que é da Ordem dos Carmelitas Descalços e explica que rezar significa "estar unido a Jesus": "O olhar de Jesus é amor e ternura". "Podemos compartilhar com Jesus nossos momentos de alegria e dor e sempre encontrar um lugar para rezar".

A esse respeito, acrescenta o cardeal, o local ideal para estar em oração é diante do Tabernáculo, em frente ao Santíssimo Sacramento, mas "todo lugar pode ser um local de oração", e em qualquer hora do dia, em qualquer circunstância, em meio a muitos problemas da vida, podemos elevar nosso olhar a Jesus.

"Cada um de nós - continua o bispo de Estocolmo - tem um relacionamento único com Deus. Para ele, não somos números, mas criaturas únicas. Ele quer estar conosco. "Rezar quer dizer deixar que Deus tome posse de todo o nosso ser e de nossa vida.”

O cardeal conclui sua mensagem com as palavras de abandono a Deus do Beato Charles de Foucault: “Meu Pai, eu me abandono em ti, faça de mim o que quiseres. Te agradeço por tudo o que fizeres em mim. Estou pronto a tudo, aceito tudo.  Faça-se a tua vontade em mim e em todas as criaturas. Não desejo outra coisa, meu Deus. Confio minha alma em tuas mãos, eu a dou a ti meu Deus, com todo o amor do meu coração, porque eu te amo, e é uma necessidade do meu amor que eu me coloque nas tuas mãos sem reservas, com confiança infinita porque Tu és o meu Pai."

"Aqui na Suécia, como no México", são as palavras do Cardeal Arborelius, "vivemos um tempo muito difícil e esta é uma oportunidade para nos unirmos mais estreitamente ao Senhor por meio da oração".

De acordo com os dados mais recentes desta sexta-feira, a Suécia registra 12.544 contágio e 1.333 mortes devido ao Covid-19. À medida que o número de vítimas aumenta, também aumenta a controvérsia em relação às medidas “leves” adotadas pelo governo para enfrentar a pandemia.

Para demonstrar proximidade e conforto espiritual aos fiéis em quarentena, a Diocese de Estocolmo colocou à disposição em seu site vários números de telefone de sacerdotes disponíveis para colóquios e aconselhamento em vários idiomas.

17 abril 2020, 09:13