Busca

Vatican News

Igreja dominicana. Ano do Fascínio: novo impulso da pastoral juvenil

Tornar-se uma Igreja jovem em movimento: esse é o objetivo da Comissão Nacional para a Pastoral da Juventude da Conferência Episcopal Dominicana, para revitalizar os projetos voltados às jovens e aos jovens do país caribenho

Cidade do Vaticano

Igreja na República Dominicana. 2020 será o Ano do Fascínio. O tema foi escolhido pela Comissão Nacional para a Pastoral da Juventude da Conferência Episcopal Dominicana, a fim de revitalizar os projetos voltados para os jovens do país caribenho e para promover uma missão permanente.

Ouça e compartilhe!

“Buscaremos colocar em campo todas as nossas forças, responder mais eficazmente ao chamado de Deus e dar impulso aos programas, de modo que se torne uma Igreja jovem em movimento, solidária com nossos irmãos e irmãs, que defende a vida, promove os valores cristãos e cuida da casa comum”, lê-se no documento publicado pela Comissão.

Reacender a paixão pela evangelização

Estão previstas visitas pastorais, formação de novos agentes e criação de espaços de reflexão, oração, recreação e de convivência entre os jovens, seus dirigentes e guias. “Neste ano daremos uma sacudida em todos os agentes da Pastoral da Juventude e em toda a Igreja dominicana. Reacenderemos a paixão pela evangelização dos jovens”, explica a Comissão.

 

Solidariedade com as faixas mais frágeis

Por conseguinte, novo papel do voluntariado e solidariedade com as faixas mais frágeis numa escolha de “vigilância pastoral” em tempos de rápidas transformações sociais. Não deixando de lado o envolvimento comunitário de todas os componentes eclesiais para reafirmar a exigência de “anunciar novamente” o Evangelho.

16 janeiro 2020, 09:00