Busca

Vatican News
Projeto Alimentação saudável Projeto Alimentação saudável 

Campanha da Fraternidade apoia Projeto de Alimentação Saudável

Alimentação saudável e atividade física. São os objetivos do Projeto do patronato São José e financiados pela Campanha da Fraternidade com recursos de 2019. Para a coordenadora do projeto a iniciativa é um sucesso porque acompanhada de formação para as crianças e adolescentes

Cidade do Vaticano

Os projetos apoiados Brasil afora com os recursos da Campanha da Fraternidade (CF), que compõem o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), levam transformação e conscientização dentro de uma realidade específica. No último ano, o Projeto Meninos do Patronato São José, executado pela Sociedade Ubaense de Artes e Ofícios (Suao), em Ubá (MG), recebeu o apoio do FNS para uma iniciativa voltada para a alimentação saudável, acompanhada da prática de atividade física e esportiva.

Alimentação e formação

No contexto da CF 2019, que abordou o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27), o projeto esteve voltado à população de baixa renda ou situação de risco e exclusão social e categorizado no eixo 2 do FNS – mobilização para conquista e efetivação de direitos. De acordo com os responsáveis, beneficiou 80 crianças e adolescentes, oferecendo cinco refeições diárias, além de palestras, exibição de filme e confecção e exposição de cartazes.

Os “Meninos do Patronato São José” participaram da palestra “Não basta comer, é preciso alimentar-se de forma saudável” e da roda de conversas “Incentivo ao consumo dos alimentos saudáveis de forma lúdica, atraente e educativa”. Ainda assistiram ao filme “Além do peso” e confeccionaram cartazes.

Carmelitas Descalças

A coordenadora do projeto, irmã Maria Cecília Caliman, conta que, através da equipe multidisciplinar e educadores, “foi observado que os assistidos reduziram o consumo de alimentos processados como biscoito, doce, etc. Isso foi possível graças à orientação da nutricionista”.

“Com a implementação das refeições saudáveis houve uma grande melhora na disposição dos assistidos, principalmente nas atividades físicas, contribuindo para melhor concentração durante as atividades educacionais com reforço escolar, iniciação musical e outros”, relata a religiosa da Ordem das Carmelitas Descalças Servas dos Pobres do Brasil.

Os recursos do FNS tornaram possível a aquisição de alimentos que puderam reforçar os lanches e refeições oferecidas às crianças e adolescentes. O apoio, segundo a religiosa, contribuiu muito com a frequência dos assistidos nas atividades propostas pelo Patronato.

A entidade

A Sociedade Ubaense de Artes e Ofícios – SUAO/Patronato São José é uma entidade filantrópica que se constituiu a partir de 1966, sob a direção das Religiosas da Ordem das Carmelitas Descalças Servas dos Pobres do Brasil. Iniciou o trabalho com 20 crianças em regime de internato.

Com o passar dos anos, a entidade adequou aos novos paradigmas da Política Nacional de Atendimento à Criança e ao Adolescente, na categoria do Serviço de Proteção Básica, para crianças e adolescentes de 7 a 15 anos e para jovens de 15 a 17 anos, oriundos de famílias que vivenciam situações de vulnerabilidade social.

Atualmente, atende a 80 crianças e adolescentes, no período de 7 às 17 horas. Desenvolve atividades socioeducativas, culturais e recreativas, em diversas oficinas, como informática, banda filarmônica, fanfarra, atividades de esporte e lazer e apoio pedagógico e psicossocial.

(Fonte: cnbb.org)

23 janeiro 2020, 09:03