Busca

Vatican News

Diocese de Erechim se despede de bispo emérito em cerimônia de louvor e ação de graças

Foram quatro missas, além da encomendação final na Catedral São José, para rezar e agradecer pelos 16 anos de serviço de Dom Girônimo Zanandréa (09/06/1936 - 03/11/19) na diocese de Erechim. O bispo emérito faleceu no domingo (3), aos 83 anos. A CNBB se uniu “em oração e solidariedade”, através de mensagem de pesar.

Andressa Collet, Pe. Antonio Valentini - Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem e compartilhe

Centenas de fiéis da Diocese de Erechim/RS, no sul do Brasil, puderam se despedir e rezar por Dom Girônimo Zanandréa (09/06/1936 - 03/11/19) durante quatro missas, além da encomendação final na tarde desta segunda-feira (4), na Catedral São José. O bispo emérito, depois de intenso tratamento de saúde devido a um linfoma no fêmur da perna esquerda, faleceu aos 83 anos em sua residência, na noite de domingo (3), Solenidade de todos os Santos no Brasil.

Dom Girônimo Zanandréa faleceu no domingo (3), aos 83 anos
Dom Girônimo Zanandréa faleceu no domingo (3), aos 83 anos

As exéquias de Dom Girônimo

O corpo foi velado na catedral com a participação da comunidade. A encomendação final foi animada pelo Coral N. Sra. de Fátima e presidida por Dom José Gislon, atual bispo de Caxias do Sul, que sucedeu Dom Girônimo na diocese de Erechim quando se tornou bispo emérito em 2012. A cerimônia das exéquias ainda foi concelebrada pelo arcebispo da Província de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luís Weber; pelo arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler; pelo bispo auxiliar de Porto Alegre, Dom Adilson Pedro Busin; além de mais de 40 padres das dioceses de Erechim, Passo Fundo, Vacaria e Cruz Alta.

Na homilia, Dom José ressaltou que o momento era de louvor e gratidão a Deus “pelo ministério presbiteral e episcopal que exerceu com zelo, não só na Diocese, mas também no Regional Sul 3 da CNBB”. Ao citar o Papa Francisco que afirmou que a vocação é como um diamante bruto a ser lapidado para que brilhe no meio do povo de Deus, o bispo de Caxias do Sul disse que Dom Girônimo cultivou a sua e “ajudou a lapidar a de diversos seminaristas que ordenou presbíteros e a de homens que ordenou diáconos permanentes”.

Na sua intervenção, o administrador diocesano, Pe. Antonio Valentini, mencionou o decreto do prefeito municipal da cidade, Luiz Francisco Schmidt, estabelecendo luto oficial por três dias. Dom Girônimo foi sepultado em local reservado para os bispos, anexo à própria Catedral. “Recomendo que nosso bispo emérito seja lembrado nas missas dos próximos dias na diocese e que as do próximo sábado e domingo sejam de sétimo dia por ele. Recomendo também a oração pela nossa diocese, que aguarda a nomeação de seu novo bispo, bem como pelas vocações sacerdotais”, disse Pe. Antonio, atual administrador diocesano.

Mensagem de pesar da CNBB

Em mensagem de pesar pelo falecimento do bispo emérito, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil se uniu “em oração e em solidariedade”. A presidência da CNBB se manifestou afirmando que, “nesse momento de dor, olhemos para o Cristo ressuscitado, razão de nossa esperança, a quem Dom Girônimo seguiu e amou durante sua vida e missão”. A mensagem termina com a memória de quem foi o prelado:

“ Segundo bispo da diocese de Erechim, o prelado que era especialista em Teologia Dogmática e Filosofia, se destacou pela atuação como professor e como bispo referencial do Setor de Animação Missionária e do projeto ‘Igrejas Solidárias Sul 3 – Moçambique’. Com o povo erechinense, louvamos a Deus por tantos frutos de sua atuação no decorrer dos 16 anos de pastoreio na diocese. ”

Dom Girônimo Zanandréa (09/06/1936 - 03/11/19)
Dom Girônimo Zanandréa (09/06/1936 - 03/11/19)

Dom Girônimo Zanandréa (09/06/1936 - 03/11/19)

Nasceu em 9 de junho de 1936, em Benjamim Constant do Sul/RS. Era o último dos 4 filhos de José Zanandréa e Rosa Dal Prá Zanandréa. Fez seus estudos na escola local, no Seminário São José de Santa Maria, no Seminário de Fátima de Erechim, no Seminário Maior N. Sra. Imaculada Conceição de Viamão. Fez Mestrado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, na Itália (1983-1985) e Especialização em Filosofia na Universidade de Passo Fundo/RS (1977).

Foi ordenado padre em 3 de julho de 1964, em Benjamim Constant do Sul, e bispo em 17 de janeiro de 1988, na Catedral São José de Erechim, por Dom Carlo Furno, Núncio Apostólico.

Em 6 de junho de 2012, Dom Girônimo teve seu pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese, por motivo de idade, aceito pelo Papa Francisco e tornando-se bispo emérito. Foi nomeado administrador apostólico da diocese até o início do ministério episcopal de Dom José Gislon, em 19 de agosto do mesmo ano.

Dom Girônimo Zanandréa tornou-se bispo emérito em 2012
Dom Girônimo Zanandréa tornou-se bispo emérito em 2012
06 novembro 2019, 12:22