Cerca

Vatican News
"Conventos e igrejas latinas, greco-ortodoxas, franciscanas e armênias também fazem parte da Natividade, bem como campanários, jardins e rotas de peregrinação" "Conventos e igrejas latinas, greco-ortodoxas, franciscanas e armênias também fazem parte da Natividade, bem como campanários, jardins e rotas de peregrinação"  (ANSA)

Igreja da Natividade sai da lista de patrimônios ameaçados

A Lista de Patrimônio da Humanidade em Perigo é um elenco elaborado com o objetivo de sensibilizar a comunidade internacional sobre as condições críticas dos lugares declarados Patrimônio Mundial pela UNESCO.

O local do nascimento de Jesus em Belém, na Palestina, declarado em 2012 Patrimônio da Humanidade, foi retirado da lista da UNESCO dos locais em perigo. A decisão foi tomada em 30 de junho, durante a 43ª reunião do Comitê do Patrimônio Mundial, em andamento em Baku, no Azerbaijão, até 10 de julho.

Ouça e compartilhe!

Trabalhos de restauração de alta qualidade

 

Em particular, foram removidos da lista de patrimônios em perigo a Igreja da Natividade e o Caminho da Peregrinação. A decisão, como explica um comunicado divulgado nesta terça-feira, 2, "foi determinada em função da alta qualidade dos trabalhos de restauração realizados no telhado, nas fachadas externas, nos mosaicos e nas portas da igreja", cujo estado de saúde estava comprometido por significativas infiltrações de água.

Local rico em história e espiritualidade

 

Localizado a 10 km ao sul de Jerusalém, o local foi identificado desde o século II como o local de nascimento de Jesus. Em 339, por iniciativa do Imperador Constantino, foi construída uma igreja, posteriormente reconstruída por Justiniano após um incêndio e saques no século VI: os valiosos mosaicos no pavimento permanecem como testemunhas do primitivo local de culto. No século VII, a Basílica sobreviveu à incursão dos persas.

"Conventos e igrejas latinas, greco-ortodoxas, franciscanas e armênias também fazem parte da Natividade, bem como campanários, jardins e rotas de peregrinação", completa a nota.

Uma lista que monitora o estado de saúde dos patrimônios da humanidade

 

A Lista de Patrimônio da Humanidade em Perigo é um elenco elaborado com o objetivo de sensibilizar a comunidade internacional sobre as condições críticas - devido a conflitos armados, desastres naturais, urbanização não planejada, contrabando, poluição - de lugares declarados Patrimônio Mundial pela UNESCO.  Estas incluem as antigas cidades sírias de Aleppo e Damasco, o sítio arqueológico de Leptis Magna na Líbia e o sítio arqueológico de Chan Chan no Peru. 

02 julho 2019, 17:46