Cerca

Vatican News
Cristo, pão da vida - Representação de Jesus com os disípulos de Emaús - Partilhar o pão Cristo, pão da vida - Representação de Jesus com os disípulos de Emaús - Partilhar o pão 

"Partilhar transforma vidas": dias 8 e 9, Coleta anual da Caritas Argentina

Os fundos angariados na Coleta de sábado e domingo contribuirão para manter, ao longo do ano, projetos e iniciativas para a promoção humana, assegurar uma abordagem pastoral e comunitária à dependência, oferecer formação para o trabalho, formação para a cidadania, laboratórios de alfabetização, bolsas de estudo e apoio escolar em mais de 3.500 paróquias

Cidade do Vaticano

“Neste momento difícil e crítico que o país vive, a Caritas é como o sangue que é urgente quando se abre uma ferida. Quando há uma emergência climática, quando falta trabalho, quando a droga leva problemas às famílias e aos bairros, nós nos fazemos presentes; ouvindo e dando atenção às necessidades das pessoas. Nossos programas são ativos o ano inteiro e alcançam muitas realidades difíceis que as famílias argentinas estão vivendo.”

Ouça e compartilhe!

Foi o que ressaltou o bispo da Diocese de Quilmes e presidente da Caritas Argentina, Dom Carlos José Tissera, apresentando a Coleta anual da Caritas que se realizará este sábado e domingo (8 e 9 de junho) em todo o país, com o slogan “Partilhar transforma as vidas”.

Promoção humana para além da simples ajuda imediata

Diante do aumento das taxas de pobreza, embora precisando que a Caritas não se dedica a levantamento de estatísticas, Dom Tissera ressaltou: “Percebemos esse aumento concretamente nas paróquias e nas capelas, com a necessidade de criar abrigos para as pessoas que acabaram nas ruas, por vezes temporariamente em consequência da falta de trabalho, ou porque obrigadas a migrar de uma província para outra. A Caritas sempre buscou a promoção humana e não apenas a ajuda imediata”.

“Todavia, infelizmente essa necessidade cresceu”, evidenciou o bispo, que frisou, em particular, a falta de trabalho: nas paróquias se veem cada vez mais pessoas que pedem orações quer para manter o próprio trabalho, quer para consegui-lo.

Iniciativa é ocasião privilegiada de encontro solidário

“Trata-se de uma ocasião privilegiada para um encontro solidário. A comunidade cristã vai ao encontro de toda a sociedade para sensibilizar e promover o compromisso em favor dos irmãos e irmãs mais pobres e excluídos do nosso país”, ressalta o texto de apresentação da Caritas.

“É uma oportunidade não somente para partilhar os bens, mas também para a esperança de construir um futuro inclusivo para todos, a partir das ações e do esforço de cada um de nós no presente”, lê-se ainda.

Coleta assegurará projetos e iniciativas ao longo do ano

Os fundos angariados na Coleta de sábado e domingo contribuirão para manter, ao longo do ano, projetos e iniciativas para a promoção humana, acompanhar as microempresas, assegurar uma abordagem pastoral e comunitária à dependência, oferecer formação para o trabalho, formação para a cidadania, laboratórios de alfabetização, bolsas de estudo e apoio escolar em mais de 3.500 paróquias.

Além disso, permitirão trabalhar na prevenção e atenção às emergências climáticas, com as pessoas que vivem em situação de rua, e outras iniciativas de assistência, segundo a realidade de cada lugar.

(Fides)

07 junho 2019, 14:09