Cerca

Vatican News
Papa Francisco durante audiência em maio deste ano sobre o incentivo ao futebol Papa Francisco durante audiência em maio deste ano sobre o incentivo ao futebol  (AFP or licensors)

Argentina: bispos exortam que dioceses abram as portas ao esporte para prevenir as drogas

Pelo Dia Internacional de Combate às Drogas que será celebrado nesta quarta-feira (26), a Conferência Episcopal divulga nota de promoção à “pedagogia da presença” para prevenir o problema da dependência em crianças e jovens. E, já que a crise do país faz clubes de bairros fecharem as portas, "esperamos, como Igreja, de estarmos mais abertos, empenhados e presentes na busca, na conservação e multiplicação dos lugares pela prática esportiva”.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem

Nesta quarta-feira, 26 de junho, e Dia Internacional de Combate às Drogas, os bispos da Argentina propõem “dar vida a corridas ou atividades esportivas em todas as dioceses”, através do tema “Vencer o caminho pelos esportes inclusivos”, além de exortar para uma “pedagogia da presença”.

A resposta de prevenção através do esporte

Em nota divulgada pela Comissão Nacional da Pastoral sobre as Drogas e a Toxicodependência da Conferência Episcopal, os bispos reconhecem que muitas comunidades do país não conseguem prevenir o problema da dependência em crianças e jovens. Todavia, eles garantem que a prática diária é oferecida em todos os espaços eclesiais, “como uma resposta válida preventiva”, através do esporte.

Segundo os bispos, o esporte pode ser um lugar de encontro, de bom uso do tempo livre, de um processo educativo, de desenvolvimento pessoal e social, “uma ponte para multiplicar em todos os bairros a pedagogia da presença, entre a rua e a escola e a experiência em comunidade”.

Pedagogia da presença

Em meio à crise que atravessa o país e envolve sobretudo os menores, “é preciso multiplicar os espaços de produção e de cuidado pela vida. Com dor, reconhecemos que, pela atual e difícil situação econômica, alguns clubes de bairros não podem abrir as suas portas. Esperamos, como Igreja, de estarmos mais abertos, empenhados e presentes na busca, na conservação e multiplicação dos lugares pela prática esportiva”. Os bispos terminam o comunicado motivando para que, “a nossa resposta como Igreja, seja aquela de multiplicar em todos os bairros a pedagogia da presença”.

25 junho 2019, 12:45