Busca

Vatican News

Maria inspira vida de artista e vira cartão de visita de evento nacional

Artista sacra brasileira e com passagens pela Europa é convidada para criar a identidade visual do XIII Congresso Mariológico, que acontece entre 15 e 18 de maio, no Santuário Nacional de Aparecida. Um projeto realizador para a devota Mari Bueno, de Sinop/MT, que trabalha há quase 5 anos com o tema mariano.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Ouça a reportagem especial e compartilhe

Devoção mariana desde a infância, tema de estudos acadêmicos e de exposições de nível internacional: a artista plástica Mari Bueno, de Sinop/MT, há quase 5 anos tem se aperfeiçoado no tema de “Maria”, tanto que seu trabalho já rendeu participação em eventos na Europa, como em Fátima, em Portugal, e em Milão, na Itália.

Mestra em Mariologia e associada da Academia Marial de Aparecida, a artista brasileira agora tem compromisso com o XIII Congresso Mariológico, que acontece entre 15 e 18 de maio, no Santuário Nacional. Entre teólogos de referência nacional e pesquisadores, Mari Bueno vai ministrar uma das Mesas Temáticas, além de levar uma exposição com 12 obras que trazem no contexto o tema do evento “Maria e o Espírito Santo”. Além disso, ela foi convidada para criar a arte para o Congresso, desenvolvida durante “muitas horas de estudo e dedicação para chegar ao resultado final”, um processo de criação de imagem de “muita responsabilidade, pois traz muita simbologia e significado”, afirmou.

Maria, a nova tenda do encontro

A artista sacra acrescentou que o projeto foi uma realização pessoal e também como devota de Maria, por poder expressá-la através da arte. A criação, descreve Mari, retrata a imagem do momento da anunciação e toda a caminhada de Maria, iluminada pelo Espírito Santo: Maria como discípula, missionária e Mãe da Igreja.

O primeiro passo foi uma pesquisa teórica na história da arte, na simbologia cristã, na teologia, na liturgia e em vários documentos da Igreja sobre o tema. Tudo muito bem estudado e para ser representativo e evangelizador: a cada linha desenvolvida, a cada elemento colocado na imagem, como também o significado das cores.

Próximo desafio: o equilíbrio do homem e da natureza pela Laudato si’

Após concluir a participação no Congresso, a artista se prepara para um próximo projeto de relevância: uma exposição baseada na Encíclica Laudato si’ do Papa Francisco.

“É uma reflexão para isso que está acontecendo: degradação ambiental, alterações climáticas, como o homem está situado nesse contexto. Meu trabalho já tem essa simbologia, já é voltado para essa questão ecológica há mais de 20 anos, porque eu moro na região amazônica, ao norte de Mato Grosso, então, inclusive nos meus trabalhos de arte sacra, sempre têm elementos que remetem à natureza." 

“ Farei uma reflexão do homem, um ser sagrado, que faz parte dessa natureza, como que ele pode lidar e encontrar esse equilíbrio. ”

03 maio 2019, 18:42