Cerca

Vatican News
Fé em Cristo Jesus, luz e esperança para o mundo Fé em Cristo Jesus, luz e esperança para o mundo 

Igreja na América Latina, Dom Petrini: fé, fonte de luz e esperança

O bispo de Camaçari - BA ressalta que a realidade eclesial latino-americana é de uma Igreja muito viva, em que basta pouco para que as pessoas se acendam de esperança e tenham ainda todo gosto de participar, porque têm uma vontade de crescer. “Todos se mobilizam quando nós pastores não nos limitamos a repetir a doutrina, que muitas vezes já é conhecida, mas damos o testemunho vibrante de uma fé que é uma fonte de luz e de esperança para nós”, afirma

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro “Brasil na Missão Continental” trouxe na edição passada, com a participação do nosso convidado destes dias, o bispo da Diocese de Camaçari – BA, Dom João Carlos Petrini, um olhar sobre a V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, realizada 13 a 31 de maio de 2007 em Aparecida, SP.

Testemunho vibrante de uma fé fonte de luz

Nas palavras do nosso entrevistado, a Conferência de Aparecida foi um momento extraordinário de iluminação do Espírito Santo. Dom Petrini disse-nos, entre outros, que o espírito de Aparecida, “de uma Igreja em estado permanente de missão”, tem marcado não somente os padres, mas também os leigos que estão envolvidos com a vida eclesial, e estão partilhando este espírito missionário.

Na edição de hoje nosso convidado dá continuidade a suas considerações afirmando-nos, entre outros, que a realidade eclesial latino-americana é de uma Igreja muito viva, em que basta pouco para que as pessoas se acendam de esperança e tenham ainda todo gosto de participar, porque têm uma vontade de crescer.

 

“Todos se mobilizam quando nós pastores não nos limitamos a repetir a doutrina, que muitas vezes já é conhecida, mas damos o testemunho vibrante de uma fé que é uma fonte de luz e de esperança para nós”, afirma Dom Petrini.

O bispo de Camaçari inicia recordando que foi o Papa Francisco, quando ainda arcebispo de Buenos Aires, quem presidiu a Comissão de redação do Documento de Aparecida e destaca o cuidadoso trabalho realizado pelo então cardeal Bergoglio, incorporando no documento toda a sabedoria de um pastor de uma grande cidade como Buenos Aires. Vamos ouvir (ouça clicando acima).

20 maio 2019, 16:09