Cerca

Vatican News
Dom Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa Dom Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa 

Portugal/ Proteção de Menores: “A prioridade nº 1 é a vitima”

Entrevista ao Vatican News de D. Américo Aguiar, Bispo auxiliar de Lisboa, que vai coordenar a Comissão para a Proteção de Menores na diocese.

Domingos Pinto – Lisboa

“Como diz o papa, isto é uma ferida na alma de alguém que durará a vida toda, e nós temos de fazer daí a superação e a prevenção, temos de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para podermos dormir de consciência tranquila”.

O alerta é lançado em entrevista ao portal da Santa Sé por D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, que vai coordenar a Comissão para a Proteção de Menores criada no passado dia 12 de abril e composta por especialistas nas áreas de “psicologia, psiquiatria, justiça civil e canónica e comunicação social”.

Uma iniciativa do Cardeal Patriarca de Lisboa para promover a existência de “espaços de convivência feliz e segura para todos” na Igreja Católica, “especialmente para os menores e os mais frágeis”, lê-se no decreto de nomeação.

“Nós temos de agradecer ao Papa Francisco esta sua força, este seu grito de tolerância zero”, sublinha D. Américo Aguiar que aponta a questão de fundo.

“A  prioridade nº 1 é a vítima, e a seguir temos também aquilo que significa não abandonar o agressor, ou seja, a pessoa que por doença ou por alguma fragilidade própria tenha cometido esse gravíssimo crime, e nós temos que acreditar e temos de fazer tudo o que está ao nosso alcance para recuperar essa pessoa”.

“Um caso que exista é muito grave. Se forem dois, pior, e por aí fora”, diz o prelado português que promete “transparência total” no trabalho desta comissão para a proteção de menores que vai coordenar na diocese de Lisboa.

Ouça a reportagem

 

18 abril 2019, 13:07