Busca

Vatican News
Missionária brasileira define como "preocupante" situação de migrantes no México Missionária brasileira define como "preocupante" situação de migrantes no México  (AFP or licensors)

Ajuda do Papa aos migrantes é concreta, afirma missionária brasileira no México

A irmã scalabriniana Ana Sílvia Zamin trabalha na Casa Mambre, um albergue que abriga principalmente mulheres e crianças na capital mexicana, que será beneficiada com a ajuda do Papa Francisco destinada aos migrantes no país.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Entre os projetos que serão beneficiados com a ajuda do Papa Francisco aos migrantes no México está a Casa Mambre, um albergue que abriga principalmente mulheres e crianças na capital mexicana.

A Casa Mambre é administrada pela Missão Scalabriniana com Migrantes e Refugiados (SMR - Scalabrinianas Misión con Migrantes e Refugiados, em espanhol). Ali presta sua missão a brasileira Ir. Ana Sílvia Zamin.

Para ela, este gesto do Pontífice demonstra seu apoio não só com discursos, mas com atos concretos. O valor será destinado para a assistência direta aos migrantes: alimentos, medicamentos, material de higiene e limpeza e para melhorar a estrutura do próprio albergue.

Aumento da violência e da xenofobia

Ir. Ana Sílvia define a situação preocupante, especialmente no sul do México. Além dos centro-americanos, se observa a presença de pessoas migrantes de Cuba, Haiti e inclusive de países da África.

A scalabriniana lamenta também o recrudescimento da truculência por parte das autoridades, com casos de detenção arbitrária, o que estimula também a xenofobia.

Ouça a reportagem completa
30 abril 2019, 10:09