Cerca

Vatican News
Religiosos franciscanos da Custódia da Terra Santa Religiosos franciscanos da Custódia da Terra Santa  (AFP or licensors)

Frei Patton: Coleta pro Terra Sancta, fraterna solidariedade e partilha

A Coleta em favor da Terra Santa da Sexta-feira Santa “é a ajuda fundamental que os cristãos que vivem em todas as comunidades católicas do mundo são chamados a dar a essa nossa presença na Terra Santa”, unida a um mandato pontifício desde 1342, e reconfirmada em tempos recentes pelo Santo Papa Paulo VI em 1974 e, ainda mais recentemente, pelo Papa Francisco em 2017, explica o Custódio da Terra Santa, Pe. Frei Francesco Patton

Cidade do Vaticano

Um apelo aos fiéis do mundo inteiro a fim de que expressem “fraterna solidariedade e partilha com a Igreja que vive na Terra Santa, com generosidade, através da Coleta da Sexta-feira Santa em favor da Terra Santa”.

800 anos de presença franciscana na Terra Santa

Esse é o apelo do Custódio da Terra Santa, Pe. Frei Francesco Patton, numa mensagem em que recorda os 800 anos de presença franciscana na Terra Santa e o Encontro, em plena Quinta Cruzada, em Damietta, no Egito, entre São Francisco e o sultão Al-Malik Al-Kamel.

Presença franciscana marcada por múltiplas obras sociais

No texto, o Custódio recorda o compromisso dos frades franciscanos, “filhos daquela peregrinação de paz de oito séculos atrás”, no campo do diálogo “com os irmãos e as irmãs de outras Igrejas aqui presentes, bem como com os irmãos e as irmãs judeus e muçulmanos”, no campo do serviço, através “das mais variadas obras sociais”:

“Das escolas, ao trabalho artesanal com madrepérola e com madeira de oliveira, da construção de casas para oferecer uma habitação aos cristãos necessitados da Cidade Velha de Jerusalém, à assistência aos pobres, aos órfãos, aos anciãos e aos doentes, e nestes últimos anos também aos migrantes e aos refugiados, às pessoas de todas as idades extenuadas por longos anos de guerra na Síria”.

Presença também no campo da cultura e da pesquisa

Trata-se de um compromisso que prossegue também no campo da cultura e da pesquisa, com instituições como o Estudo Teológico Hierosolimita, o Estudo Bíblico Franciscano com sua Faculdade de Ciências Bíblicas e Arqueologia, o Centro de Estudos Orientais Cristãos do Cairo “e todas as outras iniciativas voltadas a aprofundar e dar fundamento sólido à nossa fé”.

Desde 1342, missão unida ao mandato pontifício

A Coleta em favor da Terra Santa da Sexta-feira Santa “é a ajuda fundamental que os cristãos que vivem em todas as comunidades católicas do mundo são chamados a dar a essa nossa presença na Terra Santa”, unida a um mandato pontifício desde 1342, e reconfirmada em tempos recentes pelo Santo Papa Paulo VI em 1974 e, ainda mais recentemente, pelo Papa Francisco em 2017, explica Frei Patton.

“Sua doação será essencial para nós a fim de continuar nossa missão, mas retornará a vocês centuplicado pela bênção do Senhor”, conclui a mensagem do Custódio da Terra Santa.

(Sir)

10 abril 2019, 13:08