Cerca

Vatican News
Padre Antonio César Fernández, SDB Padre Antonio César Fernández, SDB 

Sacerdote salesiano assassinado em Burkina Faso

Uma morte trágica feriu a Congregação salesiana na África. Um sacerdote espanhol foi vítima de um ataque jihadista em Burkina Faso, na sexta-feira.

Gabriella Ceraso - Cidade do Vaticano

P. Antonio César Fernández  tinha 72 anos. Era salesiano há 55 anos e sacerdote há 46.

A emboscada e a morte

 

Ele morreu tragicamente em uma emboscada armada por jihadistas no início da tarde de sexta-feira, 15 de fevereiro. A notícia foi dada pela Congregação Salesiana na África.

Ouça e compartilhe!

"O amado irmão" pertencia à Inspetoria AFO (África Ocidental Francófona) e retornava à sua comunidade de Ouagadougou (Burkina Faso), junto com dois outros salesianos, que sobreviveram ao ataque, depois de terem participado em Lomé (Togo) da primeira sessão do Capítulo inspetorial daquela Província. Seu carro foi parado depois da alfândega de Cincassé, na fronteira com Gana e Togo. Padre César foi separado dos outros dois irmãos e crivado de balas pelos terroristas que depois fugiram. Quatro oficiais da alfândega de Burkina Faso também foram mortos”.

Missionário e formador

 

PadreAntonio César Fernández, natural de Pozoblanco, Espanha, foi como missionário  para a África em 1982, servindo em diversos países.

Sua primeira missão foi em Lomé (Togo) e atualmente era responsável pela comunidade salesiana de Ouagadougou, em Burkina Faso.

"Ele tinha oferecido sua vida pela África - escrevem os confrades - e sua oferta foi aceita plenamente. Pedimos a ele para rezar conosco por  esta Inspetoria".

O missionário foi também fundador da paróquia de Maria Auxiliadora e primeiro mestre de noviços por 10 anos. "Que o Senhor ressuscitado acolha com ternura Irmão César, com todos aqueles que deram sua vida à missão salesiana, e que Maria Auxiliadora, que tanto amava, o acolha com o afeto da Boa Mãe do Céu".

Este atentado ocorre no contexto do clima de violência que aflige Burkina Faso desde 2015, que envolve em particular as forças extremistas islâmicas e contrabandistas

 

16 fevereiro 2019, 11:12