Cerca

Vatican News
Kene Rios vende artigos nos semáfaros em Boa Vista Kene Rios vende artigos nos semáfaros em Boa Vista  

Participe dos "Caminhos de Solidariedade: Brasil&Venezuela"

As pastorais da Diocese de Roraima, paróquias e comunidades, congregações religiosas e movimentos com centenas de voluntários: É a Igrejas que abre as portas e o coração aos irmãos venezuelanos imigrantes..

Boa Vista - Pe. Jaime Patias/Cidade do Vaticano - Cristiane Murray

A Diocese de Roraima por meio da Caritas Diocesana e o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Caritas Brasileira, Serviço Pastoral do Migrante (SPM), Instituto de Migrações e Direitos Humanos (IMDH), Serviço Jesuíta para Migrantes e Refugiados (SJMR) e outras entidades parceiras lideram o projeto Caminhos de Solidariedade: Brasil & Venezuela.

O bispo de Roraima, Dom Mário Antônio, destaca, em entrevista, a importância da integração dos imigrantes. 

“ Muitos chegam com fome e necessitados de tratamento médico; são novos irmão habitando entre nós. ”

Lançado em outubro de 2018, o programa já beneficiou mais de 60 pessoas. No dia 31 de janeiro, um grupo de 17 venezuelanos partiu de Boa Vista rumo à Paraíba. Em João Pessoa eles foram acolhidos pela Arquidiocese da Paraíba e o Serviço Pastoral do Migrante do Nordeste e possivelmente serão inseridos no trabalho.

Ouça a reportagem com a declaração de Dom Mário Antônio


A falta de emprego, a fome, a insegurança as enfermidades são para os migrantes um teste de sobrevivência. E em uma cidade de 500 mil habitantes com poucas oportunidades no mercado de trabalho e acesso aos serviços públicos de saúde, transportes e educação, os migrantes logo são vistos como um problema. Infelizmente diante da crise humanitária surgem atitudes de xenofobia. Este cenário não permite ver o lado positivo do fenômeno.

“ Quanta riqueza os migrantes trazem quando chegam aos nossos países? Quantas habilidades, novidades e conhecimentos! ”

Mas em contrapartida tem muita gente que ajuda e é solidária. Famílias que deixam morar de favor, outras que cedem um espaço no quintal, dão trabalho e alimentação. As pastorais da Diocese, as paróquias e comunidades, as congregações religiosas e movimentos com centenas de voluntários, as igrejas abrem as portas e o coração.

Na porta da Casa das Missionárias da Consolata todas as manhãs se forma uma fila que pode chegar a 500 pessoas para receber um pão com café.

Mobilização nas dioceses

As dioceses interessadas em acolher imigrantes por meio do projeto Caminhos da Solidariedade podem fazer o cadastro no site www.caminhosdesolidariedade.org.br
O site contém mais informações e foi criado para ajudar o acolhimento dos imigrantes nas dioceses de todo o Brasil.

A Equipe Missionária Itinerante do Instituto Missões Consolata (IMC) é formada pelos Padres Luiz Carlos Emer, Jaime Carlos Patias e Manolo Loro.
 

Photogallery

Confira as imagens
07 fevereiro 2019, 08:47