Versão Beta

Cerca

Vatican News

Rumo ao Sínodo para a Amazônia: Roraima realiza assembleia diocesana

Cerca de 140 jovens, migrantes, indígenas, ribeirinhos e trabalhadores rurais e urbanos se reuniram para pensar e discutir a evangelização na Amazônia.

Cidade do Vaticano

“Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral” foi o tema da Assembleia do Sínodo Especial da Diocese de Roraima, que se realizou este final de semana na Diaconia São Bento. Cerca de 140 jovens, migrantes, indígenas, ribeirinhos e trabalhadores rurais e urbanos se reuniram para pensar e discutir a evangelização na Amazônia.

A assembleia diocesana teve o objetivo de preparar as comunidades ao grande Sínodo dos Bispos, marcado para outubro de 2019.

Rumo ao Sínodo de 2019

“Que essa grande assembleia repercuta, de fato, os clamores que saem das bases, na construção de uma Igreja com rosto amazônico e na defesa e promoção da vida, um desejo expresso do Papa Francisco”. “Ao final, será feito um relatório com as contribuições de Roraima para ser apresentado ano que vem durante o Sínodo 2019”, disse Dom Mário Antônio da Silva, bispo de Roraima.

A assessora do Sínodo para a Amazônia, Márcia de Oliveira, destacou a expressiva participação dos povos indígenas. Eles apresentaram suas lutas e grandes desafios que a conjuntura política apresenta.

Além dos indígenas, o irmão Marista Danilo Bezerra ressaltou a presenta de trabalhadores rurais e migrantes, já que Roraima é a principal porta de entrada dos imigrantes venezuelanos no Brasil – motivo de conflito recentemente.

O texto-base do Documento Preparatório do Sínodo, que oferece uma análise da conjuntura atual da Amazônia e aponta percursos e novos caminhos para a Igreja a serviço da vida nesse bioma, foi norteador para as reflexões nos dois dias de Assembleia, que contou com a assessoria do padre Dário Bossi, assessor nacional da Repam (Rede Eclesial da Pan-Amazônia):

Ouça o Padre Dario Bossi

Já o membro da coordenação regional do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) Norte 1, Luis Ventura, ressaltou a oportunidade que o Sínodo oferece para revitalizar a relação da Igreja com os povos indígenas:

Ouça Luis Ventura
05 novembro 2018, 12:06