Cerca

Vatican News
2018.11.27 Incontro di preparazione JMJ Panama in Brasile, giovani del sud Festa da unidade da juventude aconteceu na cidade de Parobé/RS 

JMJ do Panamá: 11 mil jovens se preparam no evento “Bote Fé”

A cidade de Parobé, no sul do Brasil, reuniu milhares de jovens no último final de semana em encontro de preparação à Jornada Mundial da Juventude de janeiro de 2019. Foi uma festa de unidade, cores, música, oficinas e oração.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

A tradicional festa do Rio Grande do Sul que prepara para a Jornada Mundial da Juventude reuniu 11 mil jovens católicos na cidade de Parobé. No sábado (24), mesmo com chuva, a terceira edição do “Bote Fé” contou com representantes das 18 dioceses do Estado.

Sínodo dos Jovens e JMJ

Por um dia, Parobé virou a capital dos jovens católicos gaúchos numa festa de unidade e oração, com celebração eucarística e explanação de Dom Jaime Spengler, que participou do Sínodo dos Bispos dedicado aos jovens, em outubro deste ano, no Vaticano. O Padre Sinodal relatou sobre a importância da Igreja do mundo todo pensar na juventude e se preocupar por ela. “Uma preocupação que toma parte de uma opção, uma opção preferencial pela juventude”, comentou o coordenador do Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3 da CNBB, Pe. Rudinei Zorzo, que acrescentou: “renovamos a nossa fé e a nossa esperança pela opção pela juventude, juventude não só católica, mas por aquela que vive na nossa sociedade porque devemos trabalhar com todos. Um evento que foi extremamente marcado pela presença e animação de Deus”.

O Bote Fé acontece sempre um ano antes da JMJ que, em 2019, acontece de 22 a 27 de janeiro no Panamá. “Durante o evento nós lembramos da Jornada, seja como lema da JMJ do Panamá, seja com o flash mob com o hino da Jornada ou outros momentos para recordar o evento, para que os jovens que forem pudessem trocar um pouco de experiência e de contato”, disse Pe. Rudinei.

Além de lembrar do Sínodo dos jovens e da JMJ, também foram realizadas oficinas de orientação e prevenção ao alertar para a depressão e o suicídio juvenil, sobre os direitos humanos, comunicação e fake News. No momento de partilha missionária, testemunhos em primeira pessoa sobre as experiências realizadas pelos grupos de jovens durante o ano. O encontro também deu lugar à solidariedade, ao motivar as caravanas a doarem alimentos não-perecíveis.

Jovens querem levar Jesus e evangelizar

Com um espaço especial para celebrar a vida e a missão, o evento também reuniu bandas com som de remixes religiosos, grupos de teatro e dança das dioceses. Com o tema da “Festa das Cores”, os jovens estouraram saquinhos de pó colorido – expressão da diversidade juvenil presente na vida da Igreja.

“É um momento muito interessante olhar como a juventude se identifica, o quanto a juventude vai se percebendo, muito além do que o seu próprio grupo, mas vai percebendo que ela é Igreja, ela constrói Igreja e caminha quanto Igreja. E ela caminha nessa unidade onde nós, como Igreja, somos um corpo e temos muitos membros, mas a juventude acaba sendo esses vários membros que compõem a Igreja." 

“ A gente percebe essa Igreja tão jovem, alegre, animada e feliz, e que quer realmente levar Jesus Cristo e evangelizar. ”

O Bote Fé é promovido há três anos pelo Serviço de Evangelização da Juventude sediado em Porto Alegre, junto à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - Regional Sul 3. A primeira edição foi sediada em Santa Maria, em 2012, quando 40 mil jovens receberam a Cruz Peregrina e o Ícone de Maria, símbolos da JMJ; já a segunda edição aconteceu em Porto Alegre, em 2015.

Ouça a reportagem especial
27 novembro 2018, 13:24