Busca

Vatican News
POLAND-RELIGION-OBIT POLAND-RELIGION-OBIT  (AFP or licensors)

Freira que salvou judeus na II Guerra Mundial morre aos 110 anos

Ir. Cecylia Maria Roszak faleceu na sexta-feira passada, no convento dominicano de Cracóvia, onde morava há 90 anos. A religiosa foi sepultada no Cemitério Rakowicki da mesma cidade, na Polônia.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

A Ir. Cecylia Maria Roszak, de 110 anos, era considerada uma das freiras mais idosas do mundo. Segundo o site da Arquidiocese de Cracóvia, na Polônia, a religiosa faleceu na sexta-feira passada (16), no convento das Irmãs Dominicanas de Gródek, onde morava há 90 anos.

Religiosa protegeu as crianças da guerra

Durante a II Guerra Mundial, em Vilnius, na Lituânia, ela ajudou muitos judeus, protegendo especialmente as crianças. Depoimentos à Reuters TV de quem conheceu a religiosa polonesa confirmam que Ir. Cecylia cuidava como uma mãe dos pequenos e não apenas da espiritualidade, mas da instrução das crianças.

Ir. Cecylia nasceu em 25 de março de 1908, em Wielkopolska, na Polônia, e chegava a ser comparada na comunidade dominicana com Madre Teresa de Calcutá, pelo seu coração misericordioso.

Ouça e compartilhe!
23 novembro 2018, 18:35