Versão Beta

Cerca

Vatican News

Argentina: Sínodo arquidiocesano e Ano Mariano

"Caminhemos juntos" é o tema do Primeiro Sínodo da Arquidiocese de Buenos Aires, Argentina. Este evento sinodal realiza-se em preparação ao Jubileu dos 400 anos de criação da arquidiocese portenha, dedicada à Santíssima Trindade, que serão celebrados em 2020.

Cidade do Vaticano

A Arquidiocese de Buenos Aires, Argentina, está celebrando seu Primeiro Sínodo, convocado pelo Cardeal-arcebispo Dom Mário Aurélio Poli, entre 2017 a 2019, sobre o tema: “Caminhemos juntos”.

Este evento sinodal realiza-se em preparação ao Jubileu dos 400 anos de criação da arquidiocese portenha, dedicada à Santíssima Trindade, que serão celebrados em 2020.

Para a ocasião, os Bispos argentinos, reunidos, em Assembleia Plenária, no dia 13 de novembro 2017, proclamaram 2020 como “Ano Mariano Nacional”, com o objetivo de promover o culto à Mãe de Deus e a devoção mariana.

Congresso Mariano nacional

A sede do IV Congresso Mariano Nacional, que coincide com a celebração dos 400 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora do Vale na Gruta de Choya, será Catamarca.

Outra festividade em destaque na Argentina, será no dia 1º de abril de 2020, por ocasião das celebrações dos 500 anos da celebração da Primeira Missa em Puerto San Julián. Por isso, a Diocese de Río Gallegos celebrará também um Ano Eucarístico, a partir do dia 1º de abril, que corresponde com a inauguração do Ano Eucarístico, no fim de março de 2019, nas comunidades diocesanas.

A programação do dia 1° de abril de 2020 contará coma presença do Núncio Apostólico na Argentina, além de todos os Bispos do país. (MT/EPC)

Arquidiocese de Buenos Aires

A Arquidiocese de Buenos Aires é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica, criada em 6 de abril de 1620 e elevada a arquidiocese 5 de março de 1866, e possui 11 dioceses sufragâneas, em uma área de 203 km, subdividido em 186 paróquias.

A arquidiocese de Buenos Aires, cuja Catedral é dedicada à Santíssima Trindade, conta cerca de 3 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões 670 mil fiéis (91,6%).

O atual arcebispo metropolitano é Dom Mário Aurélio Poli, auxiliado por 7 Bispos: Dom Poli tomou posse em 2013, quando o então Cardeal Jorge Mário Bergoglio foi eleito Sucessor de Pedro.

26 outubro 2018, 14:53