Cerca

Vatican News
Projetos na África também são voltados à educação Projetos na África também são voltados à educação 

Bispos italianos destinam € 18 milhões para 112 projetos ao redor do mundo

Desde o início de 2018, a Conferência Episcopal Italiana já financiou 584 projetos, num valor total de € 82.868.366. No Brasil, foi beneficiada a Orquestra Criança Cidadã.

Cidade do Vaticano

Foram divulgados os dados relativos à reunião do Comitê para as intervenções de caridade em favor do Terceiro Mundo, realizada na sexta-feira, 6, e sábado 7 de julho, em Roma, na sede do Conferência Episcopal Italiana (CEI) na Via Aurelia 468.

Foram aprovados 112 projetos, para os quais serão destinados €18.058.583, distribuídos da seguinte forma: € 10.781.486 para 72 projetos na África; € 1.443.163 para 16 projetos na América Latina; € 4.343.961 para 20 projetos na Ásia; € 1.121.238 para 2 projetos no Oriente Médio e € 368.735 para 2 projetos na Europa Oriental.

África

 

Entre os projetos mais significativos, três estão na África. O primeiro, no Chade, para a construção de Fransalian Mission School, em Doba: um complexo escolar para Jardim de Infância e escolas primárias, que também inclui um campo esportivo e uma residência para professores.

Um segundo projeto é na Tanzânia, voltado a fortalecer a qualidade dos serviços materno-infantis e nutricionais no hospital de Tasamaganga.

Trata-se de melhorar a qualidade clínica dos serviços; melhorar os padrões para o tratamento de pessoas com desnutrição grave; melhorar a capacidade de assistência do pessoal clínico (ginecologia / obstetrícia e neonatologia / pediatria) e administrativo (cuidando de sua formação por meio de seminários); melhorar a coleta de dados e o planejamento de serviços de acordo com as autoridades do distrito; fornecer estoques de medicamentos essenciais e materiais de consumo; fornecer estoques de instrumentos básicos para as salas de parto e cirurgia e para o departamento de neonatologia, além de realizar obras de adequação necessárias.

As intervenções cobrem uma área de atendimento a 10.000 mulheres grávidas, 36.000 crianças menores de 5 anos e 58.000 mulheres em idade fértil.

O terceiro projeto é na Tunísia e destina-se a escolas católicas na Arquidiocese de Túnis. Trata-se de programas educacionais, desenvolvidos através de oficinas de educação para a paz e a legalidade, de conhecimento dos valores democráticos, dos direitos humanos e do diálogo inter-religioso, e destinados ao pessoal docente e administrativo das escolas.

Atividades serão realizadas em algumas salas de aula da École Secondarie Libre 5 de Túnis, que serão remodeladas e dotadas de equipamentos de informática, equipamentos esportivos, livros, recursos audiovisuais, projetores, fotocopiadoras, impressoras e material de escritório.

América Latina

 

Entre os projetos mais interessantes, estão os três que serão implementados na América Latina. O primeiro é no Brasil, onde em 2012 foi fundada a Orquestra Criança Cidadã, graças à Escola de fabricação de Violinos e Instrumentos de Cordas, para dar aos adolescentes mais desfavorecidos a oportunidade de conhecer, apreciar, construir e tocar um instrumento musical. Agora é necessário ampliar os espaços para a formação e o trabalho das crianças, construindo novos ambientes onde acolhê-los.

O segundo projeto é em Cuba, na Diocese de Bayamo-Manzanillo. Trata-se de um plano trienal destinado a cerca de 1200 adultos portadores de necessidades especial que os afetam total ou parcialmente e prevê a aquisição de materiais de saúde e remédios e o fortalecimento do programa de formação, promoção e acompanhamento das pessoas incluídas no programa HIV-aids da Diocese.

O último, no Equador, é voltado à comunidade de Cotopaxi, onde a rádio diocesana pede uma contribuição para renovar seus equipamentos e iniciar programas formativos que contribuam para a evangelização e a promoção cultural, econômica e social da população.

Ásia

 

Ainda são assinalados dois projetos que serão implementados na Ásia, precisamente na Índia. O primeiro, no Hospital Karuna, na diocese de Idukki, prevê a criação de um departamento de oncologia com a compra de materiais e maquinário e a criação de um curso de formação para enfermeiros e funcionários.

O segundo será construído em Srikakulam, uma das áreas mais remotas do distrito de Andhra Pradesh, onde não há escolas. O projeto envolve a construção de um colégio universitário para jovens do campo mais pobres na diocese, que, atualmente, é a única a cuidar da educação e orientação das crianças.

Desde o início de 2018, a Conferência Episcopal Italiana já financiou 584 projetos, num valor total de € 82.868.366.


 

19 julho 2018, 15:59