Versão Beta

Cerca

Vatican News
 Migrazione venezuelana in Brasile Migrantes venezuelanos 

A Igreja no Peru abre um Centro para os migrantes venezuelanos

A Conferência Episcopal do Peru comunicou a abertura de um Centro de informação e orientação para os mais de 350 mil venezuelanos que chegaram ao país buscando um futuro melhor.

Cidade do Vaticano

Nesta sexta-feira (22/06) Dom Miguel Cabrejos, Presidente da Conferência Episcopal do Peru e Arcebispo de Trujillo anunciou a abertura de um Centro de Informação e Orientação para os migrantes venezuelanos, na sede da própria Conferência.

O episcopado peruano, consciente da situação de vulnerabilidade que vivem os cidadãos venezuelanos que tiveram que abandonar sua pátria devido a instável situação política, social e econômica, comunicou a criação do Centro de ajuda para orientá-los na coordenação com as instituições públicas encarregadas da situação migratória.

350 mil venezuelanos buscam refúgio no Peru

Neste sentido, o Governo peruano, através do Embaixador Diretor Geral das Comunidades Peruanas no Estrangeiros e Assuntos Consulares, informou na reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal do mês de julho, que existem 350 mil venezuelanos no Peru e que proximamente chegariam a meio milhão de pessoas.

Segundo os cálculos do Banco Mundial, mas de 1,3 milhões de pessoas saíram da Venezuela entre 2015 e 2018. Depois da Colômbia e Estados Unidos, o Peru é o país que recebe mais venezuelanos, que ficam longe de suas famílias, encontram muitas dificuldades para encontrar um meio de vida ou trabalho, o que agrava mais ainda a situação.

Com esta iniciativa a Conferência Episcopal quer somar esforços para encontrar caminhos para solução que permita melhorar as condições de vida dos irmãos migrantes e o desenvolvimento humano integral.

22 junho 2018, 16:38