Versão Beta

Cerca

Vatican News
Destaque para a formação litúrgica, catequética, eclesial, teológica e cristológica do leigo Destaque para a formação litúrgica, catequética, eclesial, teológica e cristológica do leigo 

A formação dos leigos na realidade eclesial da Diocese de Almenara

“Trata-se de uma formação de base dentro daquele espírito do Documento de Aparecida, do Documento 105 da CNBB - Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade –, em cima também dos documentos do Papa Francisco”, destaca o bispo da diocese mineira de Almenara, Dom José Carlos Brandão Cabral.

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, o quadro “O Brasil na Missão Continental” traz estes dias a participação do bispo da Diocese de Almenara – MG, Dom José Carlos Brandão Cabral, cuja contribuição tem nos enriquecido com suas considerações e aprofundamentos sobre diferentes aspectos deste projeto de animação missionária oriundo da Conferência de Aparecida.

Formação teológica, eclesial e cristológica do leigo

Como já destacado neste espaço, um dos temas de particular importância no Documento de Aparecida é o da formação dos leigos, chamados a ser verdadeiros discípulos missionários na ação evangelizadora da Igreja. Nesse sentido, procuramos saber do nosso convidado como se tem trabalhado a formação dos leigos em sua diocese.

Dom Cabral destaca nos meses de janeiro e julho ciclo de formação chamado TAL – Teologia ao Alcance dos Leigos, realizado no Centro de Pastoral da diocese, favorecendo a formação de lideranças. Diz tratar-se do carro-chefe com relação à formação teológica, eclesial, cristológica do leigo.

Depois, ao longo do ano, há vários momentos de formação: formação litúrgica, catequética; “além do mais, cada pastoral tem a delicadeza de cuidar da sua formação”, explica ainda. Nosso convidado diz considerar que a diocese está numa fase boa com relação à formação. “Claro que precisa melhorar mais”, observa.

 

“Trata-se de uma formação de base dentro daquele espírito do Documento de Aparecida, do Documento 105 da CNBB  - Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade –, em cima também dos documentos do Papa Francisco”, acrescenta, “que muito tem insistido nessa Igreja em saída, ousada, corajosa, que vai para as encruzilhadas da vida, nas periferias existenciais mostrar, enfim, o amor de Deus”, destaca Dom Cabral ressaltando que “os leigos têm correspondido bem com isso”. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

11 junho 2018, 15:47