Versão Beta

Cerca

VaticanNews
77% da população filipina é católica 77% da população filipina é católica  (AFP or licensors)

Sacerdote assassinado nas Filipinas

O padre Richmond Nilo, de 40 anos, é o terceiro sacerdote assassinado nas Filipinas em 2018.

Cidade do Vaticano

A Conferência Episcopal das Filipinas condenou o assassinato no domingo, 10, do padre Richmond Nilo, de 40 anos, incardinado na Diocese de Cabanatuan, guiada pelo bispo Dom Sofronio Aguirre Bancud.

O sacerdote foi assassinado às 17 horas (hora local) ao lado do altar, pouco antes do início da celebração da Santa Missa, na igreja localizada no Bairro Mayamot, cidade de Zaragoza, Província de Nueva Ecija. Os autores, desconhecidos, fugiram correndo do local.

“Nenhum padre, e nenhum ser humano, merece ser morto com tamanha brutalidade, desrespeito e impunidade. Todo padre, mesmo imperfeito, é um presente de Deus para a Sua Igreja e devemos respeitá-los como "embaixadores de Cristo", disse a diocese em um comunicado.

“Matar um padre então, por qualquer motivo ou causa, não é apenas anticristão e desumano; é também antifilipino ", acrescentou.

"Exigimos justiça, uma investigação minuciosa e imparcial do caso e sua pronta resolução, e também apelamos àqueles que possam ter conhecimento material sobre o assunto, para cooperar com as autoridades policiais", disse a diocese.

Na semana anterior, na Província de Laguna, havia sido agredido com violência o reverendo Urmeneta de San Miguel de Calamba.

Nos últimos seis meses foram assassinados outros dois sacerdotes nas Filipinas: padre Mark Ventura em 29 de abril, em Gattaran (Cagayan) e padre Marcelito Paez em 4 de dezembro de 2017 em Jaen (Nueva Ecija).

Ouça e compartilhe!

Em 2018, em todo o mundo, foram assassinados 18 sacerdotes.

ÁFRICA(7)*

- Malauí (1)

  Pe Tony Mukomba (18 de janeiro )

- República Centro Africana (2)

  Pe Joseph Désiré Angbabata (22 de março)

  Pe Albert Toungoumalè-Baba (1° de maio)

- República Democrática do Congo (1)

  Pe Etienne Nsengiunva (8 de abril)

- Costa do Marfim (1)

   Pe Bernardin Brou Aka Daniel (23 de abril)

- Nigéria (6)

 Pe Joseph Gor (24 de abril)
 Pe Felix Tyolaha (24 de abril

AMÉRICA(7)

- México (5)

 Pe Germain Muñiz García (5 de fevereiro)
 Pe Iván Añorve Jaimes (5 de fevereiro)
 Pe Rubén Alcántara Díaz (18 de abril)
 Pe Juan Miguel Contreras García (20 de abril)
 Pe Moises Fabila (25 de abril)

-Colômbia (1)

 Pe Dagoberto Noguera (10 de março)

-El Salvador (1)

 Pe Walter Osmir Vásquez Jiménez (29 de março)

ÁSIA (3)

- Índia (1)

  Pe Xavier Thelakkat (1° de março)

- Filipinas (2)

  Pe Mark Anthony Yuaga Ventura (29 de abril)
  Pe Richmnond Nilo (10 de junho)

EUROPA (1)

- Alemanha (1)

  Pe Alain-Florent Gandoulou (22 de fevereiro)

* Não incluído o nome do sacerdote Florent Mbulanthie Tulantshiedi (Florent Tula) da República Democrática do Congo, cujo corpo foi encontrado em 2 de março passado. Apesar dos sinais evidentes de tortura, ele ainda não foi considerado vítima de assassinato.



11 junho 2018, 09:25