Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Diretora Executiva da Associação  Solidariedade com o Sudão do Sul, Yudith Pereira Diretora Executiva da Associação Solidariedade com o Sudão do Sul, Yudith Pereira 

Sudão do Sul: alegria pela colocação da primeira pedra do hospital de Nzara

A estrutura incluirá uma clínica, uma maternidade, uma ala cirúrgica e um banco de sangue.

Cidade do Vaticano

“A Igreja continua integrando os esforços do Governo para fornecer apoio essencial à população carente”, disse o bispo Tombura-Yambio, no Sudão do Sul, Dom Barani Eduardo Hiiboro Kussala, presidente da Conferência Episcopal que reúne os bispos do Sudão e Sudão do Sul.

O prelado presidiu no último dia 21, a cerimônia em que foi colocada a primeira pedra de um centro de saúde, em sua diocese, no valor de dois milhões de dólares. A estrutura incluirá uma clínica, uma maternidade, uma ala cirúrgica e um banco de sangue. A novo centro será construído em Nzara, pequena cidade localizada a cerca de 24 km a noroeste de Yambio.

Do projeto à realidade

“Esta cerimônia marcou a passagem do planejamento à realidade”, afirmou o prelado, segundo a Agência Fides.

“Desde que me tornei bispo, há quase dez anos, sempre rezei e trabalhei para garantir um centro de saúde eficiente e válido para os pobres. Não obstante os danos persistentes da guerra civil em nosso país, estamos vendo, hoje, um gesto de paz ativo, que marca uma descontinuidade forte com a guerra.”

Os combates tiveram início no Sudão do Sul, em dezembro de 2013, quando o presidente Salva Kiir acusou seu ex vice, Riek Machar, de tentar um golpe de Estado, acusações que Machar rejeitou.

Fruto de colaboração

“O lançamento da primeira pedra marcou o início dos trabalhos principais da construção do novo hospital”, acrescentou Dom Kussala, que agradeceu os vários colaboradores do projeto “iniciado pela Diocese de Tombura-Yambio, pelas Missionárias Combonianas, pelo Conselho Médico Missionário Católico, pela Fundação Edmond Rice, pelo Fundo de Ajuda ao Sudão e muitos amigos próximos”.

Uma boa notícia

“Penso que esta notícia possa ser útil, pois na maioria das vezes do Sudão do Sul provém somente notícias tristes”, ressaltou o prelado.  Comentando a escolha de Nzara, o bispo afirmou que “a decisão foi tomada com base na variedade de critérios, como a dimensão da área e sua posição, e o interesse da diocese por esta área onde foram gastos quase 50% do orçamento anual. A dimensão do terreno e do edifício que será construído foi escolhida em vista de ampliações futuras.”

Oração a Santa Teresinha do Menino Jesus

A comunidade sul-sudanesa de Nzara rezou pelo sucesso desse projeto. “Desde o primeiro dia”, disse Dom Kussala, “quis confiar a Santa Teresinha do Menino Jesus, a Santa Josefina Bakhita, a Dom Titarani Gasi Abangite, bispo defunto da diocese (cuja visão inspirou o novo hospital) e obviamente ao Senhor ressuscitado, a construção de um centro de saúde digno ao nosso povo. Estou certo de que Santa Teresinha intercede por nós e por todos aqueles que estão comprometidos nesse projeto, para que sejam abençoados e consigam levá-lo a termo”.

 

 

 

25 abril 2018, 20:17