Versão Beta

Cerca

Vatican News
Criança fazendo um desenho Criança fazendo um desenho  

Dia das crianças vítimas contra a pedofilia

Existem muitas crianças”, escreve Pe. Fortunado na carta em vista desse dia, “que precisam do nosso compromisso, constante e duradouro no tempo, não certamente ocasional e improvisado”.

Cidade do Vaticano

Contra a pedofilia e a pornografia infantil é preciso um “Compromisso constante. Um drama desvalorizado, uma tragédia para milhões de crianças no mundo”.

Com essas palavras o presidente da Associação Meter, Pe. Fortunato Di Noto, apresentou nesta terça-feira (24/04), o 22º Dia das crianças vítimas contra a pedofilia.

Os eventos ligados a essa iniciativa, criada e promovida desde 1995 por Meter, tiveram início nesta quarta-feira (25/04), e se concluirão em 6 de maio próximo, na Praça São Pedro, com a esperada saudação do Papa Francisco.

Muitas crianças inocentes precisam de ajuda

“Existem muitas crianças”, escreve Pe. Fortunato na carta em vista desse dia, “que precisam do nosso compromisso, constante e duradouro no tempo, não certamente ocasional e improvisado”.

“É inconcebível e impensável ter de insistir na ação para defender as crianças inocentes: tais violências indescritíveis não deveriam existir. Todavia, acontecem.”

“Violências e abusos que muitas vezes são justificados em nome de uma resignação atávica sempre aconteceram e acontecerão. O compromisso daqueles que lutam para melhorar a condição da criança e do adolescente, deve prosseguir sem cessar.”

Indispensável o compromisso de todos

“É necessário um compromisso que ajude a sociedade a não ceder à resignação e ao silêncio. Um compromisso que abala a consciência de cada indivíduo diante de tais comportamentos anormais e aberrantes que constituem um verdadeiro crime contra toda a humanidade. Este é o fundamento do Dia das crianças vítimas da violência, da exploração e da indiferença, contra a pedofilia”.

“Um evento que a Associação Meter, desde 1995, promove para refletir sobre a condição da criança a fim de conscientizar cada vez mais a sociedade civil e as comunidades eclesiais sobre o fenômeno triste da pedofilia e da pornografia infantil”.

Oração para o dia

Para esse dia foi escrita a seguinte oração: “Concedei-nos, ó Deus, promover sempre o amor e o respeito pelas crianças, vossas prediletas, e inspirai servidores amorosos e responsáveis que impeçam abusos na Igreja e na sociedade.”

Dia das crianças vítimas contra a pedofilia



24 abril 2018, 19:59