Versão Beta

Cerca

Vatican News
Formação dos leigos: desafio pastoral em nossas comunidades eclesiais Formação dos leigos: desafio pastoral em nossas comunidades eclesiais 

Frei Demerval: catequese precisa ser prioridade nas comunidades

O desafio é fazer essa mudança onde a catequese passe a ser prioridade e pouco a pouco vá se formando os leigos, as lideranças, afirma o religioso mercedário, apontando o imediatismo dos nossos dias como empecilho para um processo contínuo de formação.

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, na edição de hoje do quadro “Nova Evangelização e Concílio Vaticano II” concluímos a participação do responsável no Brasil pela Secretaria de Pastoral da Ordem dos Padres Mercedários, Frei Demerval Reis Soares Filho, que esteve conosco estes dias nestes espaço de formação e aprofundamento.

Catequese seja prioridade

Sacerdote amazonense, desde março de 2015 nosso convidado encontra-se à frente da Paróquia de Nossa Senhora da Luz, na Pituba, em Salvador. Com o olhar voltado para os desafios pastorais da Igreja no Brasil na esteira do Concílio ecumênico Vaticano II, nesta edição Frei Demerval atém-se ao tema da formação dos leigos.

No contexto da Secretaria de Pastoral da sua Ordem, ilustra-nos o trabalho nesse sentido a nível paroquial. Destaca-nos que a catequese precisa ser prioridade nas comunidades e que nem sempre isso é colocado em primeiro lugar.

“Talvez estejamos naquele estilo ainda muito sacramental, de celebração dos sacramentos, e pouco se olha para esse lado catequético”, observa, acrescentando que o desafio é fazer essa mudança onde a catequese passe a ser prioridade e pouco a pouco vão se formando os leigos, as lideranças. Frei Demerval aponta ainda o imediatismo dos nossos dias como empecilho para um processo contínuo de formação. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

22 fevereiro 2018, 15:01