Versão Beta

Cerca

Vatican News
Catedral de Colônia Catedral de Colônia 

Igreja na Alemanha dedica 2018 à família

“Juntos para sempre. No caminho do matrimônio sacramental” é o tema do subsídio preparado pela Conferência Episcopal alemã, também com o objetivo de responder aos pedidos do Papa na Amoris laetitia de um maior envolvimento da comunidade cristã no acompanhamento dos casais que se preparam ao matrimônio.

Cidade do Vaticano

A Igreja na Alemanha dedicará o ano de 2018 à família. Para animar as reflexões e iniciativas, a Conferência Episcopal alemã publicou o subsídio “Juntos para sempre. No caminho do matrimônio sacramental”, também com o objetivo de responder aos pedidos do Papa Francisco na Amoris laetitia de um maior envolvimento da comunidade cristã no acompanhamento dos casais que se preparam ao matrimônio.

O fascículo, dividido em quatro partes, apresenta algumas “reflexões, impulsos e inspirações” com algumas experiências já em andamento.

O material também explica “o que é o matrimônio cristão”; oferece subsídios para orações e celebrações sobre o tema do matrimônio e apresenta uma série de links e ulteriores recursos disponíveis na Alemanha.

“A intensa discussão que se desenvolveu em 2017 em relação à abertura do matrimônio civil a casais do mesmo sexo, mostrou que a nossa concepção de matrimônio sacramental não é entendida por muitos”, escreveu  na introdução o presidente da Comissão dos Bispos Alemães para o Matrimônio, a Família, o arcebispo de Berlim Dom Heiner Koch.

Neste sentido – reitera ele – “foi colocado à disposição este material para que, a partir das paróquias, seja tratado um tema que não se pode supor que já é entendido por todos”.

Uma das dificuldades – sublinha -  é manter firme a ligação entre o magistério da Igreja sobre o matrimônio e a prática.

“Há muito tempo existem propostas de preparação ao matrimônio nas (arqui)dioceses, cujas formas e conteúdos devem tratar dos desafios de uma sociedade em transformação, na preocupação de ir ao encontrod as pessoas em suas respectivas situações de vida”.

(Sir)

15 janeiro 2018, 16:26