Busca

Vatican News
Grupo de jovens cristãos de Mthawira, Malawi Grupo de jovens cristãos de Mthawira, Malawi 

Malawi. Escolas católicas oferecem educação integral no espírito do Evangelho

As escolas católicas devem reflectir a vida de Jesus Cristo: enfatiza a Conferência Episcopal do Malawi (ECM), através da sua Comissão para a Educação, presidida por Frei Pascal Mtuwana.

Cidade do Vaticano

Falando nos últimos dias num seminário organizado pela Arquidiocese de Lilongwe e reservado a sacerdotes, religiosas e fiéis leigos que trabalham nos Conselhos das escolas católicas, Frei Pascal Mtuwana recordou que “a finalidade da educação católica é proporcionar uma boa formação no espírito do Evangelho de Jesus que nos desafia a amar e ajudar o nosso próximo e a aprender a exercer a nossa responsabilidade no mundo que nos rodeia”.

Oiça aquia reportagem e partilhe

«Cristo é o fundamento de todo o empreendimento educativo da escola católica - reiterou o Padre Mtuwana. Por isso, as decisões e as políticas neste âmbito devem ser iluminadas e permeadas pelo Evangelho». Oração e reflexão foram, pois, os instrumentos fundamentais sugeridos pelo responsável da Comissão Episcopal para a Educação, para poder "discernir os sinais dos tempos que vão surgindo na vida da comunidade".

Aos que trabalham no sector da Educação, o religioso recordou a importância de prestar um serviço para o bem de todos, e não para o benefício próprio, visando também a criação de “centros de excelência que saibam dar uma direcção e um apoio às instituições católicas". Recorde-se que, segundo alguns dados, no Malawi menos de 35% dos jovens frequentam o ensino secundário e menos de 40% deles concluem o curso de quatro anos com a promoção. As estatísticas para as meninas são ainda mais baixas.

A Igreja Católica é, contudo, muito activa no sector: a Comissão Episcopal para a Educação, de facto, coordena os serviços relativos à educação em 1.538 escolas primárias, 14 escolas secundárias católicas nacionais, 7 institutos técnicos, 2 institutos de formação de professores, 2 universidades e outras instituições privadas de instrução primária, secundária e terciária espalhadas por todo o País.

Existem também actividades pequenas, mas significativas, ligadas à Igreja Católica: em 2013, por exemplo, em Mzimba, no norte do País, a Caritas Antoniana promoveu um projecto de construção de uma escola secundária, enquanto que no ano anterior a Companhia di Jesus no Malawi decidiu inaugurar um instituto educacional com internato, destinado a acolher 500 alunos da zona rural de Kasungu.

18 abril 2021, 13:05