Busca

Vatican News
Seminário Propedêutico São José do Jau - Arquidiocese de Lubango Seminário Propedêutico São José do Jau - Arquidiocese de Lubango 

Seca pode dificultar abertura do ano lectivo no Seminário em Huila

Seca pode condicionar arranque do ano lectivo 2021/2022 no Seminário Propedêutico São José do Jau, na Missão Católica da Huila, Arquidiocese do Lubango.

Anastácio Sasembele - Luanda

A seca e a fome, resultante da estiagem que se verifica, fundamentadamente na região centro e sul de Angola, continua a fazer inúmeros estragos. Nos últimos tempos tem chovido pouco, o que dificulta a rega das culturas.

Para além das famílias a seca esta igualmente a prejudicar o bom funcionamento de algumas instituições como é o caso do Seminário Propedêutico São José do Jau, na Missão Católica da Huila, Arquidiocese do Lubango, que a qualquer momento pode parar devido a seca que condiciona o arranque do ano lectivo 2021/2022.

O viveiro de futuros sacerdotes conta actualmente com 118 Seminaristas que precisam de água e alimentos para a sobrevivência.

O Seminário fica a 30 quilómetros do centro da cidade (Lubango) e depende de uma electrobomba que puxa a água do solo para alimentar o edifício e o campo agrícola onde saem os alimentos.

O Reitor do Seminário Padre Domingos Tchipilica Sokia disse a Rádio Vaticano que com a estiagem o lençol freático baixou e as dificuldades aumentaram.

A estiagem no sul de Angola não é uma miragem, os rios secaram por falta de chuvas e muitas famílias dependem essencialmente das quedas pulviometricas regulares para a irrigação dos seus campos agrícolas.

O Padre Domingos Tchipilica Sokia lança o grito de socorro, como alimentar 118 Seminaristas, interroga o sacerdote.

Uma plataforma de diálogo empresarial entre o Executivo e a classe empresarial angolana, apercebendo-se das enormes dificuldades enfrentadas pela população do Cunene, Huíla e Namibe devido à estiagem, desenvolveu uma campanha de recolha de donativos para acudir aquela população.

O reitor do Seminário Propedêutico São José do Jau, na Missão Católica da Huila, lança um apelo as pessoas de boa fé.

Oiça

 

 

 

 

 

12 março 2021, 16:25