Busca

Vatican News
D. Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Arcebispo de Luanda (Angola) e Presidente CEAST D. Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Arcebispo de Luanda (Angola) e Presidente CEAST 

Angola. Novos desafios e novas esperanças para os Bispos da CEAST em 2021

Ano novo de 2021, novos desafios, os Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), ouvidos pela nossa reportagem, auguram por uma melhoria na qualidade de vida dos angolanos e na redução das dificuldades com que vêm vivendo há anos.

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

Para angolanos ouvidos pela nossa reportagem o 2020 não foi um ano de grandes realizações no sentido da satisfação das necessidades mais prementes dos cidadãos e das famílias e até mesmo dos empresários e empresas, e a pandemia da Covid-19 veio agravar ainda mais a vida de muitas famílias angolanas.

Oiça aquia reportagem e partilhe

O 2021 alimenta a esperança num futuro melhor, alguns acreditam que será possível implementar as mudanças necessárias para alterar o quadro actual, de grandes privações nos domínios básicos, criando-se uma sociedade mais justa e onde os sacrifícios sejam repartidos em igual proporção que os benefícios e sentidos por quase todos.

Perante os problemas, responsabilidade e honestidade de todos

Na festa da Epifania do Senhor (03/01), o arcebispo do Huambo D. Zeferino Zeca Martins alertou que diante dos inúmeros problemas que a população tem vindo a enfrentar nos últimos tempos, como a crise económica e financeira, a fome, os altos preços da cesta básica e o desemprego é importante que cada angolano assuma as suas responsabilidades e os políticos que governem com honestidade e honradez, velando acima de tudo pelo interesse de todos.   

E o Bispo da Diocese do Namíbe, disse que as dificuldades vividas em 2020 devem levar as pessoas a reflectirem sobre a importância de Deus nas suas vidas.

Reforçar medidas de biossegurança face ao Covid-19

D. Dionísio Hisilinapo, recordou as mortes causadas pela Covid-19, tendo sublinhado que quem chegou ao ano de 2021 não é melhor que os que partiram no ano que terminou, por isso apelou ao reforço das medidas de biossegurança.

Cruzada séria contra corrupção e impunidade

A cruzada contra a corrupção e a impunidade, lançada em 2017 pelo Presidente da República de Angola João Lourenço é outro desafio para o novo ano, entretanto para ser séria ela tem de se fundamentar em argumentos sólidos de provas, para que a justiça não venha a cair no descrédito e com ela toda a intenção política de lhe dar combate, considerou o arcebispo de Luanda.

Ambição de alguns bloqueia desenvolvimento de Angola

D. Filomeno do Nascimento Vieira Dias afirmou, por outro lado, que a ambição de alguns chegou mesmo a bloquear o desenvolvimento de Angola. O prelado acrescentou, dizendo que Angola precisa corrigir os padrões de desenvolvimento.

07 janeiro 2021, 10:38