Busca

Vatican News
 Angola - Mulheres da PROMAICA na Arquidiocese de Luanda Angola - Mulheres da PROMAICA na Arquidiocese de Luanda 

“PROMAICA”, na Arquidiocese de Luanda celebra de forma “atípica”

Com fé e esperança Promoção da Mulher na Igreja Católica “PROMAICA”, na Arquidiocese de Luanda celebra de forma “atípica” os seus 24 anos de existência.

Anastácio Sasembele - Luanda

Sob o signo de gratidão, a PROMAICA arquidiocesana de Luanda está a celebrar os seus 24 anos de existência.

Com fé e esperança a coordenadora da PROMAICA em Luanda, apela a consolidação da unidade e solidariedade entre as famílias sobretudo nesta fase de pandemia da Covid – 19.

“Continuemos unidos no mesmo sentimento de amor que nos uni em Cristo Jesus, fundamentalmente neste período em que muitas famílias enfrentam inúmeras dificuldades sociais motivadas pela crise económica e financeira que o país atravessa, agudizadas pela pandemia da Covid - 19”, disse Maria Isilda Sambalanda.

A Gratidão da líder da PROMAICA em Luanda é extensiva à mulher consagrada, “pelo facto de constituir, a exemplo de Nossa Senhora, modelo de vida dócil e fiel ao amor de Deus, procurando incansavelmente uma resposta que exprime maravilhosamente a comunhão que Deus quer estabelecer com a sua criatura”, referiu Maria Isilda Sambalanda.

Fundada a 24 de Novembro de 1996 a PROMAICA em Luanda conta com mais de 15 mil mulheres, é o maior grupo feminino na Igreja Católica, procuram desenvolver acções de solidariedade para com os mais necessitados para além de formações que visam empoderar a mulher, em muitos casos vítima de violação doméstica.   

Oiça

 

26 novembro 2020, 15:55