Busca

Vatican News
2019.10.15 Cardinale Christian Tumi Cardeal Christian Tumi 

Rebeldes dos Camarões depõem armas e pedem mediação da Igreja

Rebeldes dos Camarões depõem as armas e pedem mediação do Cardeal Tumi para a sua reinserção social

Dulce Araújo - Cidade do Vaticano

Alguns dos grupos rebeldes separatistas dos Camarões pedem reinserção social e, para isso, se dirigiram ao Cardeal Christian Tumi, arcebispo emérito de Duala, para que negocie com as autoridades politicas a este respeito. O Cardeal declarou que alguns deles já depuseram as armas a fim de favorecer a paz.

Recorde-se que se intensificaram a partir de 2016 as reivindicações das comunidades camaroneses de língua inglesa. Tais reivindicações  e desembocaram em manifestações e protestos que acabaram por dar origem a recontros sangrentos recontros entre as forças governamentais e os grupos separatistas.

Em finais de 2017 a oposição separatista anglófona declarou unilateralmente a independência em relação ao governo central, francófono. Mas o agravar-se da situação provocou nada menos de três mil mortos, mais de 400 mil deslocados internos e cerca de 40 mil refugiados.

O grande diálogo nacional organizado em Outubro passado, em Yaoundé pelo Presidente Paul Biya para procurar uma solução ao conflito,  não deu os resultados esperados. Dele não tomaram parte, com efeito, alguns líderes rebeldes.

Agora alguns separatistas esperam na mediação do Cardeal Christian Tumi para voltarem a estabelecer-se pacificamente em Doula. Trata-se de jovens que querem abandonar as florestas porque não têm que comer e temem pela sua saúde.

O Cardeal Tumi está à frente, desde o ano passado, de uma caravana de paz no nordeste e sudoeste do país, promovendo o dialogo e a tolerância.

11 fevereiro 2020, 15:05