Busca

Vatican News
2020.02.11 La Conferenza episcopale dell'Uganda rende noto che è nata la televisione cattolica nazionale: Uganda Catholic Television (Uctv) Conferência Episcopal do Uganda anuncia lançamento de Televisão Católica - UCTV 

Igreja católica no Uganda já tem uma televisão

Conferência Episcopal do Uganda lança Televisão Católica. De momento é experimental e abrage a região de Kampala.

Dulce Araújo - Cidade do Vaticano 

Arrancaram oficialmente no passado dia 5 de Fevereiro de 2020 as emissões da “Uganda Catholic Television – UCTV”. A notícia foi dada pela Conferência Episcopal do país, através de uma nota de imprensa assinada por Dom Joseph Franzelli, Presidente da Comissão Episcopal para as Comunicações Sociais.

A Televisão Católica do Uganda – lê-se na nota – emite na região de Kampala que abrange cerca de 60km. De momento, sublinha D. Franzelli, as emissões são experimentais e assim vai ser por alguns meses. Entretanto, está-se a procurar alargar a área de abrangência por forma a poder emitir em todo o país. “Uma televisão nacional católica – frisa o prelado – constitui um importante instrumento de evangelização e de desenvolvimento humano integral”.

Agradecendo a todos quantos contribuíram para este projecto – sacerdotes, religiosos, leigos, técnicos e patrocinadores – D. Franzelli invoca a bênção do Senhor a fim de que a Televisão Católica do Uganda possa ser uma fonte de boas notícias para todos, como diz o seu lema. Boas notícias seja em sentido literal sejam no sentido da Boa Nova Evangélica.

As origens da TV católica ugandesa remontam a 2018, quando os bispos do país, reunidos em Assembleia Plenária manifestaram o desejo de ter uma emissora televisiva católica. Obtida a licença da parte da Comissão Nacional de Comunicação, os prelados lançaram-se na procura de fundos para dar vida à Emissora. Cada fiel foi convidado a contribuir com um mínimo de dois mil shiling ugandeses, ou seja cerca de 50 cêntimos de euros.

A sede actual do TV católica ugandesa encontra-se junto do Secretariado Católico, em Kampala, mas prevê-se a criação de outras pequenas estações nas províncias eclesiásticas de Mbarara, Tororo, Gulu e Lira.

11 fevereiro 2020, 14:30