Busca

Vatican News
2019.12.31 ANGOLA - Mons. Gabriel Mbilingue, arcivescovo di Lubango insieme ad alcune coppie cristiane Dom Gabriel Mbilingue, Arcebispo de Lubango juntamente com alguns casais cristãos 

Angola - Festa da Sagrada Família teve programas especiais

As famílias angolanas foram chamadas, domingo (29/12), a seguir o exemplo da Santa Família de Nazaré (Jesus, Maria e José). Na solenidade da Sagrada Família, várias dioceses realizaram programas especiais para celebrar a festa.

Anastácio Sasembele - Luanda

Em várias comunidades católicas de Angola a solenidade da Sagrada Família serviu para incentivar e aprofundar o amor, examinar a situação do próprio lar e buscar soluções que ajudem o pai, a mãe e os filhos a serem cada vez mais como a Família de Nazaré.

Diocese de Luanda

Na Arquidiocese de Luanda, o arcebispo D. Filomeno do Nascimento Vieira Dias disse que celebrar a festa da Sagrada Família é fixar o olhar em Jesus, Maria e José e adorar o mistério de um Deus que quis nascer de uma mulher e entrar neste mundo pelo caminho comum de todos os homens.

D. Filomeno assinalou igualmente que a família cristã participa da vocação evangelizadora da igreja e que a boa saúde da igreja e da sociedade esta estreitamente ligada à boa saúde da família. O prelado voltou a defender os valores da indissolubilidade do matrimónio e a protecção da vida desde a concepção ao seu fim natural.

Diocese de Viana

E em Viana o bispo da diocese D. Emílio Sumbelelo lamentou a actual situação do idoso nos lares, o prelado que falava na missa que marcou a solenidade da sagrada família disse que os maus tratos por que passam os idosos é reflexo das famílias nos dias de hoje.

Diocese de Lubando

Para D. Gabriel Mbilingue, arcebispo do Lubango, o modelo da sagrada família ensina como podemos superar as dificuldades, as imperfeições e as preocupações.

O prelado apelou as famílias a olharem para as demais famílias que enfrentam inúmeras dificuldades, afim de que o amor de Deus se manifeste nos gestos de partilha.

Conselhos de uma leiga

E a leiga Madalena Paulino, da diocese de Viana celebrou na solenidade da Sagrada Família, 25 anos de matrimónio, partilhou a sua experiência, afirmando que “apesar das dificuldades enfrentadas diariamente, as famílias precisam se fortalecer para que a relação familiar não se resuma apenas a conflitos” e encorajou os mais jovens a abraçarem o sacramento do matrimónio.  

Oiça

Amor incondicional, simplicidade, união, trabalho e sacrifício são algumas das lições que muitas famílias angolanas vivenciaram na festa da sagrada Família.

31 dezembro 2019, 12:38