Busca

Vatican News
Mês Missionário Extraordinário: "Baptizados e Enviados" - Logotipo Mês Missionário Extraordinário: "Baptizados e Enviados" - Logotipo 

Tanzânia. Milhares de fiéis no encerramento do Mês Missionário Extraordinário

Mais de 2 mil fiéis participaram na Missa de encerramento do Mês Missionário Extraordinário na Tanzânia, celebrada neste domingo, 10 de novembro, no Centro Msimbazi da arquidiocese de Dar es Salaam.

Cidade do Vaticano

Participaram na celebração eucarística nacional os representantes de todas as dioceses do País: Bispos, sacerdotes, religiosas e leigos. A Santa Missa foi presidida pelo presidente da Conferência Episcopal da Tanzânia (TEC), D. Gervas John Mwasikwabhila Nyaisonga, Arcebispo de Mbeya, com todos os Bispos do País e com D. Giampietro Dal Toso, Secretário Adjunto da Congregação para a Evangelização dos Povos e Presidente das Obras Missionárias Pontifícias (OMP).

Estiveram também presentes 15 representantes das OMP dos Países africanos de língua inglesa vindos à Tanzânia para o seu encontro, que se realiza de 9 a 15 de novembro. Trata-se de uma reunião que acontece de ois em dois anos; e a última teve lugar em Harare, no Zimbábue, em 2017.

O Presidente da OMP na Tanzânia, D. Damian Denis Dallu, Arcebispo de Songea, emitiu uma declaração sobre o Mês Missionário Extraordinário, afirmando que o Santo Padre exortou a Igreja na Tanzânia a continuar a empenhar-se em actividades que levem a Boa Nova às pessoas que ainda não a receberam.

O Director Nacional das OMP na Tanzânia, Padre Jovitus Mwijage, comunicou à Agência Fides algumas das iniciativas lançadas durante o Mês Missionário Extraordinário. As OMP publicaram posters em swahili e traduções da mensagem do Papa para a Jornada Missionária Mundial, transmitidas por rádio, whatsapp, e-mail e sites da Web. O mesmo aconteceu com as reflexões diárias publicadas no site do Mês Missionário Extraordinário. Houve também uma forte renovação espiritual através de seminários, peregrinações e retiros organizados pela Obra da Santa Infância, e por diversos movimentos locais da juventude e do laicado.

Finalmente, em várias dioceses, realizaram-se actos de beneficência por crianças com os seus animadores, entre os quais visitas aos órfãos, idosos, crianças nos cárceres e também crianças afetadas pelo SIDA – (L.M. Agência Fides).

11 novembro 2019, 16:15