Cerca

Vatican News
II Plenária dos Bispos da CEAST na arquidiocese de Saurimo II Plenária dos Bispos da CEAST na arquidiocese de Saurimo 

Angola. Vida da Igreja em debate na II Plenária dos Bispos da CEAST no Saurimo

A vida da igreja angolana está a ser analisada na arquidiocese de Saurimo (Província da Lunda Sul), pelos Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), na II Assembleia Ordinária de 2019.

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

Nesta quarta-feira (9/10) aconteceu o acto de abertura orientado pelo presidente da CEAST, Dom Filomeno do Nascimento Viera Dias.

Oiça aqui a reportagem e partilhe

De 9 a 14 de outubro do presente ano a cidade de Saurimo, capital da província da Lunda Sul, acolhe os Bispos da CEAST, num encontro fraterno e de reflexão sobre a vocação e missão da igreja angolana.

Densa agenda da Plenária

Durante seis dias os Bispos da CEAST vão dialogar sobre o caminho percorrido como igreja desde a I Plenária em março último, em Luanda, até aos dias de hoje.

Aprovação da Mensagem do 3º Triénio “os jovens e a fé testemunhada”, o Congresso Eucarístico de Budapeste, avaliação da visita Ad Limina, o inquérito sobre a vida da igreja em Angola, a protecção dos menores, apresentação dos relatórios das Comissões Episcopais, bem como a avaliação do I Congresso Nacional do Clero constam da agenda das discussões dos prelados.

Principais eventos na vida da Igreja

No discurso de abertura o presidente da CEAST, D. Filomeno do Nascimento Viera Dias, destacou alguns eventos que marcaram a vida da igreja angolana nos últimos tempos. A visita Ad Limina e sucessivamente o encontro com o Papa Francisco, a elevação cardinalícia de D. Eugénio Dal Corso, bispo emérito de Benguela, e a assinatura do Acordo-Quadro entre a Santa Sé e o Estado angolano, constam dos principais eventos.

Em preparação plano pastoral para os próximos anos

Em relação ao Inquérito sobre a vida da igreja em Angola, um dos pontos da agenda desta Plenária, D. Filomeno disse que o estudo que está a ser feito sobre a igreja em angolana e a programação de um caminho para os próximos 25 anos vai resultar na elaboração de um plano pastoral director que vai nortear e caracterizar a acção e a presença da igreja em Angola nos próximos anos.

Problemática do ambiente e ecologia

Outro tema que mereceu preocupação do presidente da CEAST foi a problemática do ambiente e da ecologia. Resultante da reflexão da carta apostólica do Papa Francisco Laudato Sì, D. Filomeno mostrou-se preocupado com o contínuo abate anárquico de árvores em algumas regiões de Angola para a comercialização da madeira, o prelado chamou à atenção para as consequências sociais destas práticas.

Situação preocupante dos refugiados da RDC na Lunda-Norte

Quanto as preocupações, D. Filomeno falou dos refugiados da RDC instalados na província da Lunda-Norte. Apesar dos esforços do Executivo, Organizações não governamentais e da Diocese do Dundo, a situação de acolhimento destes cidadãos é deveras preocupante, disse o arcebispo que lamentou a crise que se vive, que segundo ele, teria sido evitada.   

Visita à Província de Saurimo entre as actividades

Para além dos debates os bispos vão visitar diversas comunidades religiosas da província eclesiástica de Saurimo e instituições públicas e privadas. 

09 outubro 2019, 17:44