Busca

Vatican News
2019.09.04  Mozambico - Joaquim Marcos Mondlane, laico della Paroquia di Santa Ana da Munhuana in Maputo, coordinatore della pastorale del Dizimo nell'Arcidiocesi di Maputo. 2019.09.04 Mozambico - Joaquim Marcos Mondlane, laico della Paroquia di Santa Ana da Munhuana in Maputo, coordinatore della pastorale del Dizimo nell'Arcidiocesi di Maputo. 

Papa Francisco chega hoje a Moçambique, “uma bênção para o país”

A presença do Papa Francisco em Moçambique é uma bênção para o país, é o que se ouve por todo o lado pelas ruas de Maputo e pelo país todo que aguarda o Pontífice para o final da tarde desta quarta-feira, 4 de Setembro.

P. Bernardo Suate – para o Vatican News

A chegada do Pontífice ao aeroporto de Maputo aguarda-se para as 18.30 horas de hoje e tudo parece pronto para acolher o pontífice com grande pompa.

Religiosos e não, todos se mostram convencidos de que a presença de Francisco no País vai mudar algo de importante na sua vida. E ninguém parece disposto a ser encontrado impreparado para a grande circunstância.

O Governo através do Conselho Municipal da Cidade capital continua a difundir, pelos meios de comunicação disponíveis, mensagens convidando todos a se reunir nos lugares por onde Francisco vai passar, para mostrar um acolhimento festoso, colorido e ordeiro ao ilustre hóspede “que vem consolidar a nossa esperança, paz e reconciliação”.

Paróquias e Comunidades desta Arquidiocese superaram as expectativas e previsões, mas todos serão acolhidos condignamente, garante Joaquim Marcos Mondlane, leigo da Paróquia de Santa Ana da Munhuana e coordenador da pastoral do dízimo na arquidiocese de Maputo.

Para Joaquim Mondlane, é uma questão de responsabilidade e sentido de pertença que todo o cristão deve sentir, pois “a Igreja não é do Padre ou do Bispo mas é nossa, é de todos os cristãos”.

É também este outro modo de aguardar pelo Papa Francisco que nos dias de hoje, amanhã e sexta-feira, passará pelas ruas do Maputo abençoando a todos e semeando nos corações deste País a braços por tantos desafios mas confiante na possibilidade que Francisco tem de tocar e transformar os corações.

Oiça
04 setembro 2019, 15:20