Busca

Vatican News
Presença do Papa Francisco em Moçambique, "uma lufada de ar fresco" para o País Presença do Papa Francisco em Moçambique, "uma lufada de ar fresco" para o País  (ANSA)

Moçambique: Presença do Papa Francisco “uma lufada de ar fresco” para o País

A Igreja em Moçambique, depois da visita do Papa Francisco ao País, entre os dias 4 a 6 de setembro corrente, acredita que a presença do Sumo Pontífice em Moçambique foi uma “lufada de ar fresco” para a consolidação da paz efectiva e duradoira e a revitalização da fé católica dos moçambicanos.

Hermínio José – Maputo, Moçambique

Entretanto, o  Padre Bravo, um dos membros da Comissão organizadora da visita papal, disse que a Igreja é um lugar de onde se deve difundir a mensagem de paz, amor e reconciliação entre as pessoas, valores que o Papa Francisco vincou durante a sua visita.

Papa Francisco é um peregrino de paz

Para o Padre Marcos Mubango, Reitor do Seminário Maior Teológico S. Pio X, o Papa Francisco é um peregrino de paz e preocupado com uma Igreja em saída às periferias.

Presença de Francisco, bênção de uma paz efectiva e definitiva

Relativamente ao acordo de Paz, assinado em Agosto (entre o Presidente da República e o líder da Renamo), os sacerdotes acreditam que a presença do Papa Francisco tenha sido uma benção para que esse acordo realmente seja definitivo e efectivo.

Eram reações à volta do rescaldo e legado deixado pelo Papa Francisco durante as cerca de 72 horas de presença em solo pátrio moçambicano. O Papa Francisco na sua 31ª Viagem Apostólica, trouxe a Moçambique, uma mensagem de Esperança, Paz e Reconciliação.

Oiça aqui a reportagem e partilha
19 setembro 2019, 13:31