Busca

Vatican News
2019.05.30 Cidade de Luanda 2019.05.30 Cidade de Luanda 

Caiu o pano sobre o Fórum Mundial do Turismo em Angola

O Governo angolano deverá trabalhar no desenvolvimento das infra-estruturas, da segurança e na melhoria do ambiente de negócios, para atrair investimentos e turistas, segundo recomendações do Fórum Mundial do Turismo (wtf), que decorreu de 23 a 25 de Maio, em Luanda – Angola.

Anatácio Sasembele - Luanda

O Fórum, cujas portas encerraram sábado último (25/05), em Luanda, permitiu despertar o interesse dos parceiros internacionais do sector e do ramo hoteleiro, para se estabelecerem parcerias com empresários angolanos, tendo em conta a confiança e segurança jurídica nacional.

A reunião permitiu aos “players” internacionais apoiar Angola a entrar na rota do turismo mundial, e a contribuir para o processo de formação e capacitação de quadros nacionais.

Os participantes reconheceram “o forte impacto” do turismo na economia global e na gestão comunitária dos recursos naturais, daí terem concluído que nenhum projecto turístico tem sucesso, se não promover o envolvimento das comunidades.

Na abertura do evento, o presidente angolano, João Lourenço, afirmou “que o impacto do turismo na construção dos espaços, no dimensionamento dos meios de transportes, na dinâmica social e nas funções urbanas, ou ainda na estruturação do comércio, são factores bastantes para transformar de forma positiva a vida das diferentes localidades com vocação turística”

E a ministra angolana do Turismo, Ângela Bragança, justificou a pertinência da realização do evento, por constituir uma plataforma de diálogo de intervenção, de experiências, de criação de relações e sobretudo de projecção do turismo como vector da economia.

Já o presidente do WTF, Bulut Bagci apresentou Angola as grandes cadeias hoteleiras mundiais como lugar seguro para investir.

A primeira sessão do Fórum serviu para a reflexão sobre o turismo internacional, Turismo e Inclusão Social em África, e o Papel do Turismo para o Desenvolvimento das cidades, entre outros temas.

Oiça

No evento foram apresentadas experiências do turismo em Londres e o investimento na área com foco na gestão de empreendimentos hoteleiros em África.

Além dos líderes das grandes cadeias hoteleiras mundiais, como Marriot, Radisson, Hilton e Accor, o Fórum contou com a presença do ex-presidente francês, François Hollande.

30 maio 2019, 15:57